Fernando Diniz dispara contra a arbitragem do clássico: "Falta critério"

·2 minuto de leitura


O técnico Fernando Diniz ficou na bronca com a arbitragem do catarinense Bráulio da Silva Machado na derrota do Santos por 3 a 2 diante do Palmeiras na tarde deste sábado, no Allianz Parque, pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro. O treinador reclamou bastante da falta de critério e de acréscimos no clássico.

- Nós perdemos porque o Palmeiras fez três gols e o Santos fez dois. A falta de critério para dar cartões amarelos... Não é a primeira vez que acontece isso comigo, no ano passado no São Paulo foi a mesma coisa. Quanto mais parado o jogo fica para ele (árbitro) é melhor. Para quem não quer jogar com ele é uma beleza. Se o jogador receber a bola de costas e alguém encostar a unha do dedo e o cara cair ele dá falta. O Palmeiras fez o gol rápido, retardou todos os tiros de meta, as bolas paradas, os laterais, e ele não fez menção de acelerar o jogo. Fora isso, parou três minutos e 30 e ele deu seis minutos de acréscimos. Ele não deu 2 minutos e 30 em um jogo que o Palmeiras não quis jogar - afirmou.

O técnico do Peixe também questionou a escolha de Bráulio Machado. Fernando Diniz acredita que a melhor escolha para a arbitragem seria de um árbitro paulista.

- Não sei porque um juiz de Santa Catarina, que não está entre os melhores do país, longe disso, sendo que aqui a gente tem Raphael Claus, Vinícius Araújo, Luiz Flávio, Flávio de Souza, Thiago Peixoto, entre outros, que é melhor para todo mundo, já conhece os jogadores, apitou o regional e o Santos pega um juiz que não está entre os melhores, quase nunca pega um top. Sempre tem problema de arbitragem com critério ou tempo. Jogo Santos e São Paulo na Vila teve a intervenção do John e o árbitro parecia de futebol salão. Não estou justificando o resultado do jogo. Não interferiu no resultado, mas ele não quer que o jogo aconteça. Teve sete cartões amarelos para a gente e três para o Palmeiras - analisou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos