Fernando Diniz comenta vitória e atuação do Vasco: 'Confiança, o que é diferente de empolgação'

·2 minuto de leitura


Foi um jogo, realmente, para animar o torcedor. Atuação segura, um gol em cada tempo, poucos sustos... o Vasco fez valer o fator casa para vencer o Goiás. E o técnico Fernando Diniz entende que vencer com tal atuação dará confiança para sequência da Série B do Campeonato Brasileiro.

- Aumenta a confiança. Ganhar se comportando como o time se comportou dá um acréscimo de confiança. Desde que cheguei tem confiança, mas, com o torcedor, fizemos o nosso melhor jogo. Isso traz um acréscimo de confiança, o que é diferente de empolgação. Temos muita coisa pela frente, temos coisa para melhorar no nosso time - garantiu.

Fernando Diniz entende que a presença da torcida em São Januário foi preponderante para o nível de atuação da equipe. Foi o segundo jogo dele com a torcida na Colina. Contra o Cruzeiro havia pouco mais de 300 pessoas e, desta vez, quase duas mil pessoas estiveram na arquibancada vascaína.

-> Confira a tabela da Série B do Campeonato Brasileiro

- Foi um momento mágico, primeira vez tive esse contato com a torcida. Quando eu vinha jogar, era uma das coisas que mais me empolgava, mesmo jogando contra. A torcida do Vasco tem um comportamento diferente. A maneira como canta... não sei quantos tinha, mas pareciam 30 mil, 40 mil e fizeram toda a diferença. O time rendeu um tanto a mais pelo torcedor. Com química e simbiose as coisas acontecem de forme diferente - analisou.

As quase duas mil pessoas que empurraram o time estava aglomeradas todavia. Embora todas as pessoas que entraram em São Januário o fizeram tendo em mãos um teste recente com resultado negativo para Covid-19, as orientações são para que se mantenha distanciamento social durante a ainda presente pandemia.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos