Fernando Alonso é operado com sucesso na mandíbula após acidente de bicicleta

·2 minuto de leitura
Fernando Alonso em entrevista coletiva no dia 3 de janeiro de 2020 em Jidá (Arábia Saudita), dois dias antes do início do Rally Dakar desse ano

O piloto espanhol da Fórmula 1, Fernando Alonso, foi submetido a uma cirurgia "bem-sucedida" devido a um maxilar quebrado após seu acidente de bicicleta na Suíça, informou a equipe Alpine F1 (antiga Renault F1) nesta sexta-feira.

Após o acidente, sofrido na quinta, Alonso foi transferido para um hospital, onde "os médicos descobriram uma fratura em sua mandíbula e realizaram uma operação corretiva com sucesso", disse a Alpine F1 em um comunicado.

Fernando Alonso "continuará em observação por mais 48 horas no hospital", acrescenta o comunicado, especificando que "a equipe médica que o atende está satisfeita com sua evolução".

"Obrigado por todas suas mensagens, estou bem e ansioso pela temporada de 2021. Vamos!", escreveu o espanhol em resposta a uma mensagem de sua equipe nas redes sociais.

Segundo o diário esportivo espanhol As, que cita fontes próximas ao piloto, Alonso "fala sem dificuldade excessiva e está de bom humor. Estão descartadas fraturas nos membros e no tronco".

Segundo a imprensa espanhola e italiana, o bicampeão mundial de Fórmula 1 em 2005 e 2006 foi atropelado por um carro na quinta-feira enquanto andava de bicicleta na região de Lugano, no sul da Suíça, onde reside, e transferido para um hospital de Berna.

A Alpine confirmou na quinta-feira que Alonso "se envolveu em um acidente na estrada enquanto andava de bicicleta na Suíça" e que estava "consciente e se sentindo bem enquanto aguardava os exames médicos, sem dar detalhes sobre o acidente.

- 'O som mais doce' -

O acidente ocorre um mês antes dos testes da pré-temporada, de 12 a 14 de março no Bahrein, e a um mês e meio do primeiro Grande Prêmio da temporada de 2021, em 28 de março também no Bahrein, embora a Alpine esteja otimista quanto a isso no início da temporada do espanhol.

"Depois de alguns dias de repouso absoluto, ele poderá retomar progressivamente os treinos. Esperamos que esteja totalmente operacional para se preparar para a temporada", disse a equipe em nota desta sexta-feira.

"O som mais doce para todos os que trabalham na Alpine F1 Team", postou Alonso em sua conta no Twitter sobre um vídeo da escuderia ligando o motor do que será seu carro em 2021.

"Bem-vindo ao mundo A521. Que seja divertido de pilotar, difícil de ultrapassar e muito rápido", acrescentou Alonso em sua mensagem.

O espanhol de 39 anos retorna à F1 este ano com a Alpine, após dois anos longe do Grande Circo.

Durante esse tempo, ele venceu as 24 Horas de Le Mans em 2018 e 2019 e o título mundial de resistência em 2018-2019, e participou das 500 milhas de Indianápolis e do Dakar.

Alonso será um dos dois pilotos mais velhos do grid nesta temporada ao lado do finlandês Kimi Räikkönen (Alfa Romeo), de 41 anos.

Na F1, o espanhol acumula 32 vitórias em Grandes Prêmios (a última em 2013), entre seus 97 pódios (o último em 2014).

pel-gr/pm/iga/aam