Femen promete fazer barulho na Euro 2012

Rafa Santos
femen

Ativistas do Femen em novo protesto contra a Euro


A Euro 2012 oficialmente nem começou, mas o grupo feminista de alcance global e origem ucraniana Femen já vem fazendo muito barulho com suas manifestações contra o torneio. No último mês, a organização encabeçou ao menos três protestos contra o evento. O coletivo feminista acredita que a competição irá aumentar ainda mais o turismo sexual no país.

Em entrevista ao Sportv, a ativista ucrâniana Sacha Shevchenko acusou o ex-atleta e atual presidente da Uefa, Michel Platini, de ser conivente com a indústria da prostituição na Ucrânia. “Isso não é festa de futebol, é uma festa de turismo sexual e prostituição. A infraestrutura da Ucrânia não está pronta, a sociedade ucraniana não está pronta para isso. O que está pronta é a indústria de prostituição”, disse.

O protesto recente do Femen que teve maior repercussão foi o que as ativistas se aproximaram do troféu da Euro como se fossem turistas tirando fotos e, de repente, arrancaram a roupa e agarraram o prêmio.
Normalmente, as integrantes do coletivo são presas e liberadas em seguida, já que no país mostrar os seios em local público não é considerado crime.

De organização local a grupo de ativismo de alcance mundial

O Femen foi fundado em 2008 pela ucrâniana Anna Hutsol. Em pouco tempo o coletivo ganhou notoriedade e hoje conta com quase 400 militantes pelo mundo.  Seus protestos foram batizados de ataques e são executados por ativistas com roupas curtas, topless e grinaldas de flores no cabelo.O coletivo já promoveu ataques na Itália, Suíça, Rússia, Turquia e Brasil.


Representante do Femen no Brasil vê semelhanças entre Brasil e Ucrânia

No Brasil, a porta-voz da entidade é a estudante de cinema Sara Winter. Uma das razões que a levaram a se engajar no movimento foram as semelhanças entre os problemas da Ucrânia e do Brasil. “Lá, como aqui, sofremos muito com o turismo sexual. Também é comum as mulheres ganharem menos que os homens nos mesmos cargos”, explica.

Segundo ela, os problemas são basicamente os mesmos, mas o grau de engajamento das pessoas é bem diferente. “Amo o povo brasileiro, mas estamos muito descrentes em relação aos problemas da sociedade. Parecemos conformados”, explica. Ela também deixa claro que o coletivo não julga prostitutas. “Nós queremos que mulheres não sejam levadas à prostituição e ajudar quem está nessa situação a sair dela”, comenta. Para ler a entrevista de Sara Winter completa no blog Futebol 5 Estrelas clique aqui.
Exibir comentários (73)
  • Em busca do bi, Soares e Peya estreiam com vitória em Barcelona

    Se Thomaz Bellucci e João Souza, o Feijão, já deram adeus ao ATP 500 de Barcelona, o também brasileiro Bruno Soares segue vivo na competição, mas pela chave de duplas. Ao lado do austríaco Alexander Peya, o belo-horizontino derrotou os colombianos Juan Sebastian Cabal e Santiago Giraldo por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 6/4, em 1h09 de partida, pela primeira rodada, na manhã desta terça-feira. Mais »

    Gazeta Press - 19 minutos atrás
  • Warriors e Bulls vencem e abrem 2 a 0 nos playoffs da NBA

    O Golden State Warriors, a melhor equipe da temporada regular da NBA, e o Chicago Bulls aproveitaram bem a condição de mandantes nos dois primeiros jogos dos playoffs e abriram 2 a 0 nas respectivas séries. Mais »

    Estadão Conteúdo - 40 minutos atrás
  • Ancelotti esconde jogo para tentar compensar desfalques do Real Madrid

    Sem Bale, Benzema e Modric, o Real Madrid está desfalcado para o dérbi desta quarta-feira frente ao Atlético. O time merengue precisa vencer para estar nas semifinais da Liga dos Campeões da Europa, o que obriga Carlo Ancelotti a quebrar a cabeça para montar sua equipe. Mais »

    Gazeta Press - 42 minutos atrás
  • Vela: Recuperado de contusão, Robert Scheidt compete na Copa do Mundo em Hyeres.

    Vela: Recuperado de contusão, Robert Scheidt compete na Copa do Mundo em Hyeres.

    A partir desta quarta, dia 22, começam as regatas da 3º etapa da Copa do Mundo de vela 2015, em Hyeres, na França. O Brasil terá 24 atletas e a principal novidade é o retorno do nosso bicampeão olímpico Robert Scheidt, na classe Laser. Ele passou por cirurgia no joelho esquerdo e espera voltar a conquistar medalhas. Além disso, a classe Laser é uma das poucas que estarão no Pan de Toronto e a convocação sairá logo após a etapa francesa. Mais »

    Blog Romano Olímpico - 43 minutos atrás
  • Bruno e Hevaldo vencem e avançam à fase de grupos na China

    O Circuito Mundial 2015 de vôlei de praia começou com vitória brasileira. Na madrugada desta terça-feira, a dupla formada por Bruno e Hevaldo venceu suas duas primeiras partidas na etapa chinesa, na cidade de Fuzhou, e avançou à fase de grupos. Entre as mulheres, Lili e Carolina Horta conheceram suas adversárias no qualifying: as japonesas Shinako Tanaka e Ayumi Kusano. Mais »

    Gazeta Press - 55 minutos atrás