Felippe Cardoso e Caio Paulista miram sequência e visibilidade no Flu

Fernanda Teixeira
LANCE!
Felippe Cardoso e Caio Paulista vão reforçar o ataque do Flu em 2020 (Foto: LUCAS MERÇON/ FLUMINENSE FC)
Felippe Cardoso e Caio Paulista vão reforçar o ataque do Flu em 2020 (Foto: LUCAS MERÇON/ FLUMINENSE FC)


O setor ofensivo do Fluminense ganhou mais dois reforços para a temporada que se inicia. Os atacantes Caio Paulista e Felippe Cardoso foram apresentados pelo clube, nesta sexta-feira, no CT Carlos José Castilho. Os dois atletas de 21 anos, chegaram por empréstimo até o final do ano. Após vestirem a camisa tricolor pela primeira vez, falaram que a oportunidade de jogar em um grande clube e ter uma sequência pesaram na escolha pelo Tricolor. A

- Ter uma maior sequencia no Flu foi sim um dos motivos pelos quais optei em vir jogar aqui. Quando recebi a oportunidade, sabia que viria para um grande clube. O Eduardo Batista foi o técnico que me subiu para o profissional na Ponte Preta, me ajudou muito no início. Foi lá onde tive uma sequência maior de jogos, ainda muito novo e quando comecei a fazer gols. Por uma infelicidade de uma lesão não consegui ter continuidade, mas tenho certeza que aqui vou ter oportunidades e aproveitar da melhor maneira possível – disse Felippe Cardoso, antes do colega completar:

– –Em 2019 eu busquei o gol a todo momento, mas infelizmente não pude marcar. Em 2020, aqui no Fluminense, vou ter grandes oportunidades e vou buscar aproveitá-las. É um clube que sempre gostei, me acolheu muito bem desde a época que cheguei na base. No profissional não foi diferente. Tive uma bela recepção. Eu me sinto em casa aqui e foi a minha escolha. Quando saí para o Avaí falei para minha mãe que um dia iria voltar. Quando meu empresário apresentou a proposta, não pensei duas vezes: "É para lá que eu vou – revelou Caio Paulista, que teve passagem por Xerém, mas não chegou a se profissionalizar pelo Tricolor.




Características dos novatos

Jovens e ainda desconhecidos de grande parte da torcida, os dois contaram um pouco sobre o que os caracteriza dentro de campo. Felippe destacou o fato de ser alto e veloz.

– Tenho velocidade por ser alto. Às vezes, o centroavante é lento, mas eu tenho velocidade. Na bola aérea também tenho facilidade e no sistema defensivo também procuro ajudar meus companheiros – disse o novo camisa 19 do Flu.

Caio Paulista ressaltou a força física como principal arma para superar os zagueiros rivais.

– Minha principal característica é a velocidade com a bola, tenho bastante força para chegar ao sistema ofensivo e defensivo. Vou ter bastante comprometimento, e garra não vai faltar sempre que vestir esse manto – disse Caio, que vai receber a camisa 18.

Com 21 anos, o Felippe Cardoso foi emprestado pelo Santos até dezembro e terá a concorrência do centroavante Evanilson, cria de Xerém, que negocia a permanência no clube. Com a mesma idade, Caio Paulista foi emprestado pela Tombense, também até o final da temporada, e chega para suprir a vaga aberta pela saída de Wellington Nem, que retorna para o Shakhtar Donetsk, da Ucrânia.

Caio Paulista, Felippe Cardoso e o restante do elenco tricolor seguem com treinos em período integral, no Rio de Janeiro, visando a disputa do Campeonato Carioca. O Flu estreia dia no dia 19 de janeiro, contra a Cabofriense.











Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também