Felipe se esquiva sobre 'assunto Neymar' e fala sobre chance na zaga da Seleção: 'Oportunidade única'

·2 minuto de leitura


O desejo de dar mais uma opção ao setor ofensivo ditou a entrevista do zagueiro Felipe. Em entrevista coletiva concedida nesta sexta-feira, na Granja Comary, o defensor campeão espanhol pelo Atlético de Madrid minimizou o fato de ser uma das alternativas do técnico Tite. Aos seus olhos, a elevação do nível da defesa se torna fundamental.

- São oportunidades únicas. A gente tem que trabalhar não só na Seleção, mas nos clubes. Independentemente se você está fazendo bola parada ou agachamento na academia. Você está numa briga saudável, temos que ser uma sombra pra quem está jogando, para aumenta o nível dos dois, de quem está jogando ou esperando oportunidade. Tento ser muito sincero no que faço, dou meu máximo, sempre busco estar concentrado para fazer o melhor - declarou.

O jogador de 32 anos, que valorizou sua sequência maior, evitou se aprofundar sobre a acusação de assédio que envolve Neymar, divulgada pelo jornal ""Wall Street Journal". Segundo Felipe, o momento é das atenções serem voltadas para dentro de campo.

- A gente está focado nos dois jogos aqui das Eliminatórias. Focados nos treinos, no nosso trabalho de hoje. Esse caso (do Neymar) é pessoal, ele que tem que resolver, não é a gente que tem que se colocar em nada. Somente focar e olhar para o lado futebolista - e ressaltou:

- Durante os treinos, temos que fazer o que a comissão nos pede. Isso quem resolve é ele - completou.

O defensor falou sobre seus objetivos na Seleção Brasileira.

- Primeiro, temos que pensar nas Eliminatórias,. Se eu estiver na Copa América, a gente almeja muito. Independentemente do título que seja, a gente procura a Copa América, um sonho de todos os jogadores. E nos clubes a gente sonha com a Champions, é o campeonato mais importante de clubes. E os objetivos pessoais é a vontade de ser pai, pois tenho uma vontade imensa - disse.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.


Mais cedo, os comandados de Tite se dedicaram a trabalhos físicos no Centro de Excelência da Granja Comary. Às 15h30, os 18 jogadores que se apresentaram à Seleção farão sua primeira atividade. Nesta sexta-feira, foi a vez do meio-campista Fred se apresentar.

Neste domingo, o goleiro Weverton, do Palmeiras, se apresentará na Granja Comary. No dia seguinte, a dupla Everton Ribeiro e Gabigol, do Flamengo, além do goleiro Ederson e do zagueiro Thiago Silva chegarão a Teresópolis após decidirem a Liga dos Campeões pelo Chelsea. No dia 31, será a vez do atacante Gabriel Jesus complementar o grupo.

A Seleção Brasileira joga no dia 4, contra o Equador, no Beira-Rio, e no dia 8 de junho, diante do Paraguai, em Assunção.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos