Felipe Neto nega convite para ir à Copa do Qatar e se explica: 'Achei melhor ficar'


O influenciador Felipe Melo divulgou nesta terça-feira, que negou convite de marca para ir ao Qatar vivenciar a Copa do Mundo de perto. O país árabe é sede do torneio de 2022, o que gerou polêmica nas redes por conta de questões culturais do país que ferem os direitos humanos.

O grande ícone da internet brasileira afirmou que seria contraditório da própria parte aceitar fazer parte do evento após todas as polêmicas. O Qatar apresenta questões graves referente aos direitos das mulheres, dos homossexuais e trabalhistas.

+ Giroud e Mbappé brilham, e França vence a Austrália na estreia da Copa do Mundo

- Fui convidado para ir ao Catar assistir a todos os jogos que eu quisesse, com tudo pago, e eu neguei. Não tenho nada contra quem foi, é uma questão minha. Não posso lutar tanto pelas questões de direitos humanos, por todas as pautas e lutas que eu luto aqui no Brasil e ir para um país como o Catar fazer festa. Isso acabou falando mais alto e eu achei melhor ficar por aqui - disse o influenciador.

Contudo, Felipe destaca que a decisão tomada no período de Copa do Mundo não o limita de nunca visitar o país árabe. A grande questão apontada pelo influenciador foi a de "festejar" no local.

+ Cartolouco fatura bolada em aposta após derrota da Argentina na Copa

- Isso indica que nunca vou visitar um país como esse? Não. Eu posso querer fazer uma viagem cultural, querer conhecer, mas pra Copa do Mundo, fazer festa, uma Copa que eu discordo completamente de ser realizada lá, decidi não ir - concluiu.