Felipe Neto, Marcelo Adnet e criptomoeda: a operação financeira do Botafogo para contratar Rafael

·1 minuto de leitura


Rafael é o novo jogador do Botafogo. Após uma semana de negociações, as conversas terminaram em um final feliz para os dois lados: o Alvinegro conseguiu um reforço com experiência internacional por um salário baixo e o lateral-direito vai realizar o sonho de jogar pelo time que torce desde criança.

+ Rafael vira sócio do Botafogo e compartilha momento

Mas como o Alvinegro, em crise financeira, conseguiu viabilizar a contratação? Primeiro, é preciso dizer que Rafael vai receber um salário baixo para o currículo possui. O lateral-direito "facilitou" nos valores apresentados justamente pela vontade de defender o Alvinegro.

Os fan tokens tratam-se de um mecanismo criptoativo totalmente ligado ao clube em questão. O torcedor que adquirir um token pode ter recompensas exclusivas - o Botafogo ainda não divulgou o que vai disponibilizar a quem adquiri-lo. Assim, a torcida, indiretamente, pode ajudar a viabilizar a contratação de Rafael.

A responsabilidade financeira foi colocada em todos os passos que o Botafogo deu na negociação. O clube, apesar de entender que era uma oportunidade de mercado praticamente imperdível, prometeu que não iria fazer loucuras para comprometer ainda mais os cofres para contar com Rafael.

Ao contar com a ajuda de torcedores e o possível acesso ao mercado de criptomoedas, o Alvinegro acredita que a operação financeira por Rafael foi bem sucedida. De qualquer forma, o lateral-direito aceitou os números apresentados pelo clube e é esperado no Brasil ainda nessa semana.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos