Felipe Neto contesta expulsão de Rodinei e relembra lance contra o Botafogo: 'VAR ficou em silêncio'

LANCE!
·2 minuto de leitura


O Flamengo venceu o Internacional por 2 a 1, assumiu a liderança e só precisa vencer seu último jogo para conquistar o segundo título seguido e garantir o octacampeonato brasileiro. Um lance, principalmente, marcou a partida: a expulsão de Rodinei.

Aos quatro minutos do segundo tempo, Rodinei acertou o tornozelo de Filipe Luís e acabou sendo expulso com cartão vermelho direto. O episódio gerou ironias nas redes sociais, já que o Inter recebeu uma doação de um torcedor para arcar com a multa de R$ 1 milhão e poder escalar o atleta. No entanto, o youtuber Felipe Neto, botafoguense, contestou a expulsão do lateral colorado e criticou o árbitro Raphael Klaus.

Confira a tabela do Brasileirão e simule os resultados da última rodada

Ele relembrou um lance que aconteceu no clássico entre Flamengo e Botafogo, em 2019, o volante Cuellar acertou um pisão no tornozelo do lateral Marcinho em jogo que Raphael Klaus apitava. No entanto, o árbitro aplicou um cartão amarelo e o árbitro de vídeo não se manifestou.

Os melhores! Confira a Seleção do Brasileirão eleita pela redação do LANCE!

- Campeonato passado. Mesmo árbitro: Raphael Klaus. VAR ficou em silêncio - disse.

Depois, Felipe Neto esclareceu as críticas e afirmou que não insinuou que o Flamengo seja o responsável pelos erros, mas que se trata de um problema estrutural, na CBF.

- Que fique claro que não acho que o Flamengo tenha algo com isso. Para mim, o problema é estrutural, é na CBF. O Flamengo é merecedor de suas conquistas e nem a camisa, nem a torcida, são condenáveis. Parabéns ao Flamengo! Não tenho ódio de rival e sou fã do cabelo do Gabigol - completou.

Na ocasião, o Flamengo venceu o Botafogo por 3 a 2 em jogo realizado pelo Campeonato Brasileiro. O lance gerou polêmicas e o Botafogo chegou a se manifestar nas redes sociais para contestar o episódio.