Felipe Melo se desculpa por polêmica: “Não vou dar tapa na cara”

Uma entrevista concedida há quase três meses segue repercutindo no Palmeiras. Em sua apresentação oficial, Felipe Melo afirmou que, se precisasse, “daria tapa na cara de uruguaio” na Copa Libertadores. Nesta quarta-feira, o Verdão encara o Peñarol e, antes da partida, o camisa 30 se desculpou e afirmou que se arrepende da declaração.

“Peço desculpas por que me arrependo. Não existe isso de dar tapa na cara de ninguém. Vamos jogar com Peñarol, que tem uma tradição imensa na Libertadores. Tem de respeitar, não pode dar mole. Nunca dei tapa na cara de ninguém na minha vida. Não vou dar tapa na cara de uruguaio, não sou louco de ser expulso e deixar o Palmeiras com um a menos. Quis dizer que tem de entrar duro. Peñarol é um time duro”, afirmou o volante.

Apesar de se desculpar pela declaração, Felipe Melo deixou claro que isso não irá alterar seu estilo de jogo nesta quarta-feira. O volante é o terceiro atleta que mais atuou no Verdão nesta temporada, perdendo apenas para Willian e Fernando Prass.

“Se precisar entrar firme e tomar porrada, vamos tomar. Tem de ter responsabilidade para tudo. Estamos trabalhando e esperando um time muito aguerrido. Enfrentamos o Atlético Tucuman-ARG com um a menos, Santos na Vila, outros clássicos e será sempre assim”, completou.

Leia mais:

Palmeiras lança camisa em alusão à “obsessão” pela Libertadores

Dudu está próximo de top 10 de artilheiros do Palmeiras no século

Com Felipe Melo em campo, o Palmeiras recebe o Peñarol para seu principal objetivo na temporada. Nesta quarta-feira, o Verdão enfrenta o time uruguaio em sua volta ao Palestra Itália, às 21h45 (de Brasília), pela terceira rodada da fase de grupos da Copa Libertadores.