'Tapa na bunda': Felipe Melo fala em cobrança e não joga a toalha

No intervalo da partida contra a Ponte Preta, quando o placar já apontava 3 a 0 para o time de Campinas, o volante Felipe Melo afirmou que o time precisava ir para o vestiário e "levar uma dura do Eduardo Baptista" porque o adversário estava engolindo o Palmeiras. Se o treinador distribuiu ou não broncas no vestiário, fato é que o Verdão não conseguiu reagir e agora terá de marcar três gols de vantagem no Allianz Parque para levar a decisão para os pênaltis ou quarto para obter a vaga diretamente.

Em entrevista ao SporTV na saída de campo, Felipe Melo recorreu a uma metáfora para falar de como o time fará para reagir:

- Já teve cobrança no vestiário. Pai quando cobra do filho tem que dar um tapa na bunda. Não tem o tapa na bunda? A varada na bunda, isso é bíblico.

Apesar da grande desvantagem, o jogador palmeirense acredita que é possível reverter o resultado dentro de casa, diante da sua torcida, e avançar à final do Paulistão no próximo sábado, às 19h.

- É obvio que não entrou ligado como tinha que ter entrado. Parabéns para a Ponte. Mas da mesma forma que eles fizeram o resultado aqui, podemos fazer em casa também - declarou Felipe Melo.








- A analise é que não entramos ligados pois fizeram o resultado em um espaço curto de jogo. Vamos pegar um time que eliminou o Santos, ganhou do Corinthians aqui dentro e não é fácil. Agora paciência, vamos trabalhar - completou.

Palmeiras e Ponte Preta se enfrentam no próximo sábado, às 19h, no Allianz. Depois, no dia 26, o Verdão encara o Peñarol, em Montevidéu, pela Copa Libertadores.


E MAIS: