Felipe Melo lembra estreia na Liberta de 2017 como alerta contra o Tigre

William Correia
LANCE!


O Palmeiras estreará na Libertadores nesta quarta-feira, às 19h15, na Argentina, contra o Tigre, que disputa a segunda divisão do país. Mas Felipe Melo, capitão da equipe, lembra da dificuldade que o Verdão encontrou ao enfrentar o também pequeno Atlético Tucuman, em 2017.

- Todos sabem da dificuldade que será lá. Jogamos há três anos na Argentina, contra o Atlético Tucumán, que era considerado time pequeno, jogando pela primeira vez a competição, e sofremos para empatar o jogo lá - relembrou o volante, hoje zagueiro do time do técnico Vanderlei Luxemburgo.


Em 8 de março de 2017, o Palmeiras foi a Tucumán enfrentar a equipe da casa, teve o zagueiro Vitor Hugo expulso aos 21 minutos de jogo e, quatro minutos depois, saiu atrás no placar. O atacante Keno empatou ainda no primeiro tempo, com 40 minutos, e o Verdão sofreu para manter o resultado.

O Atlético Tucumán, porém, estava na elite argentina, enquanto o Tigre protagonizou uma mudança nas regras da Conmebol, que passou a aceitar na Libertadores equipes de divisões inferiores. O Tigre foi rebaixado na temporada passada e, ao mesmo tempo, classificou-se para o torneio continental ao conquistar a Copa da Superliga, batendo o Boca Juniors por 2 a 0 na final.

Foi o primeiro título de expressão do clube, que tem 117 anos. Mas a atual temporada não vem sendo boa. O Tigre está em quinto lugar no seu grupo da segunda divisão argentina, em momento bem diferente de quando foi destaque continental no começo da década: vice-campeão da Copa Sul-Americana de 2012, perdendo a decisão para o São Paulo, e presente na Libertadores do ano seguinte, chegando às oitavas de final.

Nessa participação em 2013, o Tigre caiu na chave do Palmeiras e impôs dificuldades. Venceu por 1 a 0 na Argentina e levou 2 a 0 no Pacaembu, mas avançou de fase com os mesmos nove pontos do Verdão, atrás somente no saldo de gols (0 contra -1).

- Sabemos que será parada dura, mas sabemos também que, se o Palmeiras quiser ser campeão, não importa onde vamos jogar, precisamos que lutar para conquistar três pontos - indicou Felipe Melo, ciente da importância da Libertadores para o clube e a torcida.

- Vamos nos preparar para chegar bem. Realmente, é obsessão de todos, não só do Palmeiras, mas de todos que disputam essa competição, a maior do continente. Esperamos fazer um grandíssimo trabalho - projetou.











Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também