Felipe Melo cobra valorização da vitória do Verdão: 'Vencemos, gente'

Volante respondeu várias perguntas sobre as dificuldades que o time encontrou diante do Jorge Wilstermann: 'Não estou entendendo. Somos líderes do nosso grupo'

Depois de responder a várias perguntas sobre a dificuldade que o Palmeiras encontrou para bater o Jorge Wilstermann (BOL) em casa, o volante Felipe Melo cobrou que o resultado seja mais valorizado.

- Sofremos porque jogamos com um time que ficou todo atrás, é complicado. Jogamos contra um time que tem uma zaga experiente, um jogador brasileiro que entende do futebol brasileiro. Eu não estou entendendo! Eu estou dando entrevista há dez minutos e ninguém falou "poxa, o Palmeiras venceu, parabéns". Nós vencemos, gente. Somos líderes do nosso grupo, então temos que exaltar, porque não é fácil vencer. O Flamengo perdeu fora, é complicado. Temos que exaltar a vitória do Palmeiras e sobretudo de um clube brasileiro na Libertadores - disse o camisa 30.

O Palmeiras ficou com a bola praticamente por todo o tempo, mas só foi vencer a retranca boliviana no último lance do jogo, com gol de Yerry Mina. Felipe Melo citou até o futebol europeu para dizer que o anormal seria encontrar facilidades.

- Você não vê hoje o Barcelona fazendo tanto espetáculo como fazia antes, batendo de 6, 7... Obviamente que contra o PSG, que para mim foi um time covarde, eles bateram de 6, mas é difícil, eles têm encontrado dificuldade. Vi o último jogo do Real Madrid, e virou no fim com o Sérgio Ramos. Hoje em dia não tem mais bobo no futebol. As pessoas estudam, trabalham, treinam e vêm com uma proposta de acordo com aquilo que eles viram do rival, então não tem que ver essa situação de "ah, tivemos dificuldades". Temos de ver que vencemos o jogo, dar valor a essa vitória. Somos líderes do grupo, líderes no Paulista, não tem mais o que querer. Tem que seguir lutando e buscando melhorar - completou.

O Palmeiras agora volta suas atenções ao Campeonato Paulista. No domingo, enfrenta o Santos, às 18h30, na Vila Belmiro.







E MAIS: