Felipe Marques não renova com o Cuiabá e fala sobre seu futuro

Futebol Latino
LANCE!
(Foto: AssCom / Cuiabá)
(Foto: AssCom / Cuiabá)


O Cuiabá já vive o período de férias ao mesmo tempo que se planeja para a temporada 2020 sabendo que uma de suas peças mais destacadas, o atacante Felipe Marques, não continuará no Dourado para o segundo ano seguido na disputa da Série B do Brasileirão.

A informação foi confirmada pelo próprio atleta em uma postagem nas redes sociais em tom de homenagem ao clube no qual chegou por empréstimo do Horizonte-CE tendo feito 39 partidas e cinco tentos marcados além do título da Copa Verde.


O jogador fez questão de ressaltar o sentimento de ter sido muito bem acolhido tanto pela cidade como pelas pessoas envolvidas no dia a dia do clube cuiabano. Além de, evidentemente, exaltar a força do elenco que encerrou o ano com duas conquistas (o time conquistou pela terceira vez seguida o Mato-Grossense antes da sua chegada) bem como uma consistente campanha na segunda divisão que chegou a aspirar chances de acesso em determinado momento.

- Tive uma ótima passagem pelo Cuiabá. Por mais que tenha chegado recentemente (em abril), a cidade e o pessoal aqui do clube me acolheram muito bem. Consegui ajudar a equipe a conquistar o bicampeonato da Copa Verde e fizemos uma boa campanha na série B. Claro que a força do elenco também ajudou muito nisso tudo. Agora o planejamento é descansar e se cuidar nas férias para poder chegar bem na pré-temporada - frisou Felipe.

Em relação ao futuro do jogador de 29 anos de idade que jamais atuou em uma equipe fora do futebol nacional, o empresário Fabiano Alves adiantou que existem conversas com alguns interessados. Contudo, preferiu reservar os nomes para evitar o que ele chamou de "queimar etapas":

- Estamos conversando com alguns clubes do Brasil e do exterior. O Felipe Marques fez uma ótima temporada pelo Cuiabá neste ano e é natural que muitos clubes tenham interesse no futebol dele. Tenho algumas conversas já mais avançadas mas nao vamos queimar etapas para conseguir fazer o melhor negócio para o atleta e mais ético com todos os clubes envolvidos.






Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também