Felipe Hereda acerta com novo clube no Bahrein e busca naturalização pela seleção asiática

·1 minuto de leitura


O meia Felipe Hereda pode ser mais um jogador brasileiro a se naturalizar por outro país. Em sua terceira temporada no futebol do Bahrein, o meio-campista de 28 anos pode defender a seleção asiática se continuar atuando no país por mais dois anos. Inclusive, recentemente, Hereda acertou com o Budaiya Club, da elite nacional.

> Veja há quanto tempo os técnicos das Séries A e B estão em seus clubes

- Estou aqui há três temporadas, tenho passaporte do país, com chances de buscar a naturalização e poder quem sabe atuar pela seleção do Bahrain. Tem que jogar no mínimo cinco temporadas atuando aqui e eu aceitaria com certeza (um possível convite). É um país que o nível do futebol está crescendo a cada temporada e a seleção do Bahrain está brigando por vaga na Copa do Mundo - disse Felipe Hereda.

> Veja a tabela da Premier League

Com passagens pelo Santo André, ABC, Sergipe e Fox do Iguaçu, Felipe Hereda projetou a temporada de 2021/22 pelo novo clube e a busca por um prêmio individual na elite do Bahrein.

- As expectativas são sempre as melhores possíveis, fazer mais uma temporada muito boa e ir em busca dos objetivos do clube que é de manter na primeira divisão. Individualmente, é ser o melhor volante do campeonato - falou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos