Felipe Conceição crê em Cruzeiro forte na Série B, mas quer mais reforços para o elenco

Valinor Conteúdo
·1 minuto de leitura


O Cruzeiro estreia na Série B de 2021, seu maior objetivo na temporada, contra o Confiança-SE, em 28 ou 29 de maio, em Aracaju. E, o encerramento da competição será no dia 27 de novembro. Neste dia, a Raposa quer comemorar a volta à primeira divisão após dois anos jogando a segunda divisão nacional.

E, a 30 dias do começo do campeonato, o técnico Felipe Conceição sabe que precisará de mais reforços, visto que o elenco da Raposa ainda tem oscilado muito nas partidas iniciais do Estadual e da Copa do Brasil.

Conceição vê duas posições como vitais para serem contratadas: a lateral-direita, já que o time conta apenas com Cáceres, e a zaga, que tem quantidade, mas ainda falta mais qualidade e experiência. A incerteza da permanência de Manoel também é um fator que gera preocupação para o setor.

- A gente definiu este elenco para o Mineiro, sabendo que precisa de ajustes para o Brasileiro. Mas isso nós vamos fazer com calma, sem ultrapassar os processos que tem que ser feitos para a gente entre forte no Brasileiro. Não tenho dúvidas que entraremos fortes na Série B. Vamos estar jogando um futebol melhor, mais consistente e mais sabedor do que fazer durante todo o tempo do jogo – disse o técnico.

Nesta temporada, o Cruzeiro trouxe oito jogadores e para a Série B não vai ao mercado com tanta gana, mas terá contratações pontuais.

Chegaram para o elenco de 2021 o lateral esquerdo Alan Ruschel, o zagueiro Eduardo Brock, os volantes Matheus Barbosa, Rômulo e Matheus Neris, o meia Marcinho, além dos atacantes Felipe Augusto e Bruno José.