Felipão vai ganhar R$ 2mi de prêmio pelo Brasileirão

Jorge Nicola
<em>Treinador é atirado para cima na festa pela taça do Brasileirão (Paulo Sérgio//Gazeta Press)</em>
Treinador é atirado para cima na festa pela taça do Brasileirão (Paulo Sérgio//Gazeta Press)

O primeiro título nos pontos corridos conquistado por Felipão em território nacional vai lhe render aproximadamente R$ 2 milhões. É que, além de ter um dos salários mais altos do país, seu contrato com o Palmeiras prevê esse bônus bem gordo como prêmio pela taça do Campeonato Brasileiro.

Contratado em 26 de julho, Felipão não perdeu qualquer partida na Série A: foram 15 vitórias e cinco empates em 20 jogos, que garantiram uma arrancada impressionante. O Verdão era apenas o sexto colocado, a oito pontos do líder Flamengo, quando o gaúcho substituiu Roger Machado.

Mas Felipão não será o único com um bicho gigante no Allianz Parque. Diretor-executivo de futebol alviverde, Alexandre Mattos terá direito a um prêmio de pouco mais de R$ 1 milhão. Esse valor foi acertado na última renovação de contrato, em dezembro de 2016, quando o Cruzeiro estava disposto a contratá-lo de novo pagando salário de R$ 400 mil mensais.

Na conta: Os jogadores do Palmeias também não têm motivo para reclamar das premiações. Antes mesmo da vitória sobre o Vasco, que valeu a taça, aqueles que mais atuaram já haviam garantido bichos de até R$ 250 mil, cada.

O empate em 1 a 1 com o Flamengo, por exemplo, rendeu R$ 15 mil para cada atleta que entrou em campo no Maracanã no dia 27 de outubro – o bicho pela vitória seria de R$ 30 mil. Na oportunidade, uma derrota faria com que a vantagem do Verdão para o Rubro-Negro caísse de quatro pontos para apenas um na tabela de classificação.

O Palmeiras também bancou R$ 30 mil para cada jogador pela vitória em cima do São Paulo por 2 a 0, que colocou fim a um jejum de 16 anos sem triunfos da equipe no Morumbi. Os atletas ainda tiveram direito a R$ 10 mil, cada, pelos três pontos obtidos contra o Santos e mais R$ 10 diante do Grêmio, além de R$ 5 mil graças ao 2 a 1 em cima do Ceará.

Todos esses valores são distribuídos da seguinte maneira: 100% para aqueles que atuaram, 50% para quem ficou no banco e não entrou; e 25% para os não convocados. Vale lembrar que a conquista do título valeu ao Palmeiras R$ 28 milhões em prêmios, pagos pela CBF e pela Crefisa, como mostrou o Blog no dia 22 de novembro.

Veja mais no Blog do Nicola

Leia também:
Torcedor não tocou partes íntimas de Diego após gol
Irmã de Neymar, revela ‘vício’ do craque do PSG
Piqué afirma que quer criar uma liga de futebol