Felipão revela que gostaria de ter treinado Messi: 'Me daria mais alegria do que os títulos que ganhei'

Lucas Humberto
·1 minuto de leitura

Luiz Felipe Scolari, mais conhecido como Felipão, deu uma entrevista polêmica à rádio Super Deportivo e um dos principais assuntos foi Lionel Messi. O treinador ressaltou a ausência do argentino entre os nomes que comandou: "Faria muita diferença na minha carreira ter sido treinador de Messi. Isso me daria mais alegria do que todos os títulos que ganhei como técnico".

Felipão também comentou sobre a possibilidade do camisa 10 culé jogar novamente com Neymar: "Gostaria de vê-los juntos, mas não no Barcelona. Gostaria de ver no PSG. Eles fazem uma dupla que dificilmente outras equipes conseguiriam ter". Ele classificou os dois atletas como gênios.

O treinador possui uma extensa bagagem em grandes equipes do futebol mundial e ainda treinou alguns dos maiores nomes da história. Contudo, ele ressalta que Messi e Maradona serão sempre suas 'pendências' na profissão.

Felipão e Cristiano Ronaldo, em 2008. | Alex Livesey/Getty Images
Felipão e Cristiano Ronaldo, em 2008. | Alex Livesey/Getty Images

"Sempre digo que minhas pendências foram não treinar Messi e Maradona. Gostaria de compartilhar experiências com Maradona, mais do que comandar grandes jogadores como Cristiano Ronaldo, Rivaldo, Ronaldo ou Figo, que foram fantásticos ".

O ex-treinador do Chelsea, Palmeiras, Grêmio, Cruzeiro, entre outros, também reconheceu que treinar um time histórico seria um importante toque final na carreira e ainda cita exemplo: "Acho que haveria uma identificação minha com o Boca Juniors. Seria uma possibilidade maravilhosa para treinar. Nunca tive a oportunidade de treinar na América do Sul além do Brasil. Eu treinei em até seis países diferentes. Seria ideal para terminar minha carreira como treinador do Boca Juniors".

Felipão foi campeão da Copa do Mundo e é um dos técnicos mais vitoriosos da história do Brasil.