Felipão estreia no comando do Cruzeiro diante do Operário

·2 minuto de leitura
Felipão durante treino do Cruzeiro (Gustavo Aleixo/Cruzeiro)
Felipão durante treino do Cruzeiro (Gustavo Aleixo/Cruzeiro)

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O técnico Luiz Felipe Scolari faz nesta terça-feira (20) sua estreia no comando do Cruzeiro. O clube mineiro enfrenta o Operário, no estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa (PR), a partir das 21h30, em partida válida pela 17ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Esportes no Google News

Felipão comandou o seu primeiro treino na tarde desta segunda-feira (19), em Curitiba.

O treinador não terá a sua disposição o zagueiro Manoel, que foi diagnosticado com Covid-19, nem o lateral direito Daniel Guedes, que está suspenso após tomar o terceiro cartão amarelo.

Leia também:

Assim, o time que enfrenta o Operário deve ir a campo com: Fábio; Rafael Luiz, Cacá, Ramon e Matheus Pereira; Filipe Machado (Jadson), Jadsom Silva e Régis; Airton, Arthur Caíke (Maurício) e Marcelo Moreno (Sassá).

Na zona de rebaixamento para a Série C, o clube mineiro tenta se reerguer com a chegada de Felipão. Atualmente, o ocupa a penúltima colocação, com 13 pontos. O Operário é o nono colocado, com 22 pontos.

CIRANDA NO ELENCO

A chegada de Felipão aumenta para quatro o número de treinadores que o Cruzeiro já teve em 2020. Essa ciranda de técnicos na Toca II gera, também, um movimento intenso no elenco. A cada profissional que assume, mudanças são feitas no grupo de jogadores e atletas que estavam sendo aproveitados perdem espaço, enquanto "cartas fora do baralho" voltam a ganhar oportunidades.

E é isso que tem acontecido desde Adílson Batista e que se repetiu com Enderson Moreira e Ney Franco. Na temporada, 51 jogadores já entraram em campo pelo Cruzeiro. De uma lista de cinco atletas colocados "no mercado", ou seja, que não seriam mais utilizados, três foram reintegrados: o meia-atacante Welinton e os laterais Giovanni e Patrick Brey.

Brey, inclusive, poderia ter saído do Cruzeiro em agosto, mas teve planos frustrados após negociação com um clube alemão, revelada por seu empresário, não vingar. Os outros dois que fizeram parte da lista de dispensa já deixaram o clube: o atacante Judivan acertou com o Botafogo-SP e o lateral-esquerdo João Lucas assinou contrato com o Avaí.

Estádio: Germano Krüger, em Ponta Grossa (PR)

Horário: 21h30

Juiz: Diego Pombo Lopez (BA)

Siga o Yahoo Esportes no Instagram, Facebook e Twitter

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos