Felipão considera Renato Gaúcho "do mesmo nível" que CR7 e rejeita retorno ao Brasil

Luiz Felipe Scolari, o Felipão, garantiu que não voltará mais a treinar um time brasileiro. O técnico do Guanghzou Evergrande, hexacampeão chinês, quer evitar confusão na sua vida e revela ter propostas para treinar grande clube da Europa. Além disso, comparou Renato Gaúcho dom CR7.

"Eu li e ri bastante [de Renato se comparando com CR7 em entrevista recente]. O Renato e o Cristiano são idênticos na forma de jogar: têm imposição física, são goleadores. Sempre falei isso", admitiu Felipão à Folha de São Paulo.

"Mas o Renato é uma figura, está pouco ligando. Considero os dois do mesmo nível. Treinei times contra o Renato e colocava meu lateral para chegar junto nele, batia um pouquinho para deixá-lo um pouco assustado. Para quem é gremista, como eu, ele é uma lenda", apontou ele.

Grêmio Ídolos Renato 'Gaúcho' Portaluppi

(Foto: Grêmio/Arquivo)

VEJA TAMBÉM:
"Buffon está velho para a MLS" | Guardiola mudou Agüero | ► Tite nos braços da galera

"Tenho até outro tipo de proposta, de um clube grande da Europa para a próxima temporada. Tenho também proposta para dirigir equipe como manager na Europa. Voltar para ser técnico no Brasil, eu não quero", acrescentou ele.

"Vou ficar mais meio ano na China e depois provavelmente vou ficar mais um ano, renovando o contrato. Quero ficar no mínimo mais dois anos na China e depois vou pensar no que fazer", confirmou o treinador.

2016-06-29_eng-f-scolari

(Foto: Getty Images)

Confira outros pontos da entrevista:

Brasil? Nunca mais

"Agora que eu estou no Brasil, escreveram que eu vim porque estou saindo de lá, que estou me aposentando, que estou doente... O presidente do clube me mandou mensagens, ficou preocupado. Não tem nada disso. Tenho família, filhos, por isso viajei para cá. Agora, pelo que eu iria brigar aqui no Brasil como treinador? O que acrescentaria ao meu currículo? Confusão na minha vida", falou

Grêmio e Palmeiras

"Grêmio vinha em uma dificuldade maior, mas ganhou a Copa do Brasil, este ano está na Libertadores. E fiquei muito contente com o que vi no CT do Palmeiras. O que o Paulo Nobre fez pelo Palmeiras merece 50 bustos. O Palmeiras vai se tornar um dos dez maiores do mundo com certeza, e isso por causa do que o Nobre fez. Estou levando fotos para os chineses do Guangzhou para mostrar que o Palmeiras tem condições de receber nossa pré-temporada. As dependências são espetaculares".

.