Federer vence Nadal pela terceira vez no ano e é campeão em Miami

Se enfrentando pela 37ª vez na carreira e terceira no ano, Roger Federer e Rafael Nadal protagonizaram um dos maiores duelos da história do tênis neste domingo, na final do Masters 1000 de Miami. Após levar a melhor sobre o espanhol na decisão do Aberto da Austrália e em Indian Wells, Federer provou que está em ótima forma superando o rival novamente, desta vez por 2 sets a 0, parciais de 6/3 e 6/4, em uma hora e 35 minutos de partida.

De três encontros entre Federer e Nadal neste ano, dois foram finais. Essa também foi a primeira vez que o suíço venceu quatro jogos seguidos contra o espanhol. Com oscilações ora físicas, ora técnicas, Murray e Djokovic, os dois melhores ranqueados do circuito, vêm permitindo que os dois principais tenistas dos últimos anos retomem o protagonismo.

Com o título em Miami, o segundo de Masters 1000 em 2017, Federer subiu da sexta para a quarta colocação no ranking da ATP. Rafael Nadal, que era sétimo, assumiu o quinto lugar com o vice-campeonato.

O jogo – Ambos iniciaram o confronto adotando uma postura bastante agressiva. Conseguindo devolver bem os saques, Nadal e Federer sinalizavam que o primeiro set seria decidido no detalhe. Sem aproveitar os breakpoints, o suíço e o espanhol travaram um duelo tenso em Miami até o oitavo game, quando Federer tratou de se impor sobre o adversário e angulando bastante as bolas quebrou o saque de Nadal. Daí bastou ao atual campeão do Aberto da Austrália servir para fechar a parcial em 6/3.

Se no primeiro set ambos tiveram alguns breakpoints, na parcial seguinte eles passaram a sacar de maneira mais agressiva e iam confirmando seus respectivos serviços sem sustos. A situação mudou no nono game, quando Federer aproveitou o momento de instabilidade de Nadal para conquistar a quebra e precisar apenas sacar para a vitória e para o seu terceiro título na temporada e 91º da carreira.