Federer surpreso com começo de temporada

Roger Federer está tomando um rumo inesperado na fase final de sua carreira (AP)

O suíço Roger Federer, campeão no domingo do Masters 1000 de Indian Wells, se mostrou surpreso com a velocidade em que voltou a competir em alto nível, nesta segunda-feira.

“Ganhar o Aberto da Austrália (em janeiro) e Indian Wells não estava nas minhas previsões”, garantiu o ex-número 1 do mundo, após o título no torneio californiano. “Eu tinha a ambição de estar na 8ª colocação do ranking após Wimbledon, então posso dizer que estou adiantado”, comentou o suíço, que nesta segunda passou da 10ª para a 6ª posição do ranking.

“Vou traçar um plano com meus objetivos para o resto da temporada, em particular no saibro, após o torneio de Miami. É evidente que após um início tão bom minhas ambições evoluíram”, revelou o agora cinco vezes campeã de Indian Wells.

Lesionado no joelho, Federer se afastou do circuito por boa parte da temporada de 2016.

Dois meses após o sucesso na final do Aberto da Austrália diante de Rafael Nadal, Federer voltou a eliminar o espanhol, nas oitavas de final, em Indian Wells, antes de eliminar outro jogador mais bem ranqueado, Wawrinka (N.3), único que conseguiu quebrar seu saque na Califórnia.

Federer também contou com um pouco de sorte, após as precoces eliminações dos dois melhores tenistas do mundo, o britânico Andy Murray e o sérvio Novak Djokovic.

“A maneira como Federer está jogando é formidável”, reconheceu Wawrinka. “Tudo parece perfeito. Ele está se mexendo muito bem, com um toque incrível na bola. Ele está fazendo tudo que se pode fazer em uma quadra de tênis”, elogiou o compatriota.

Com Indian Wells, Federer somou seu 90º título na carreira no circuito ATP. Apesar de estar cedo ainda para pensar em um simbólico 100º título, Federer está entre os favoritos para o Masters 1000 de Miami. “Eu sei que é muito difícil ganhar em Miami após Indian Wells”, declarou.

“É claro que eu adoraria ser número 1 do mundo novamente, mas isso não é uma prioridade para mim neste momento”, concluiu.