Federer sinaliza que no saibro só deverá disputar Roland Garros

Após faturar o Aberto da Austrália e os Masters 1000 de Indian Wells e Miami, Roger Federer sinalizou que não deverá disputar a temporada de saibro. Planejando descansar da mesma maneira que fez ao fim do primeiro Grand Slam do ano, o suíço agora número quatro do mundo quer focar na sua recuperação e voltar com tudo para Roland Garros.

Após faturar o terceiro título da temporada, o segundo em cima de Rafael Nadal, seu maior adversário, Federer justificou sua escolha.

“Quando estou saudável e me sentindo bem, posso jogar um tênis como esse. Quando não estou me sentindo bem desse jeito, não há chances de competir em uma final com o Rafa [Nadal]. Por isso que vou fazer uma pausa durante a temporada de saibro, focando estritamente em Roland Garros e depois disso na grama e na quadra dura”, disse o campeão do Masters 1000 de Miami neste domingo.

“Não tenho mais 24 anos, as coisas mudaram de maneira considerável e provavelmente não vou jogar qualquer torneio no saibro com exceção de Roland Garros”, completou.

Essa foi a terceira vez que Rafael Nadal acabou derrotado por Federer em 2017. Se antes o espanhol tinha o rival como freguês, a situação mudou neste ano, mas ele conta com o apoio do próprio suíço para voltar a seguir sonhando com o título em Roland Garros, considerado sua casa após vencer o segundo Grand Slam do ano nove vezes.

“Eu sei que todos estão trabalhando duro na sua equipe para fazer você voltar à melhor forma. Prossiga, as disputas no saibro estão chegando, tenho certeza que você vai arrebentar”, disse Federer, consolando Nadal após superá-lo na Flórida.