Federer se retira do Masters de Cincinnati e é dúvida no US Open

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 minuto de leitura
O tenista suíço Roger Federer em foto de 7 de julho de 2021 em jogo do torneio de Wimbledon
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

O tenista suíço Roger Federer se retirou nesta quinta-feira (5) do torneio Masters de Cincinnati, aumentando a preocupação com o estado físico do 20 vezes campeão do Grand Slam e gerando dúvidas sobre se ele poderá jogar o Aberto dos Estados Unidos.

O tenista, que fará 40 anos no domingo, chegou às quartas-de-final de Wimbledon, mas ficou fora dos Jogos Olímpicos de Tóquio devido a uma lesão no joelho.

Com sua saída em Cincinatti, a lenda suíça provoca dúvidas sobre o encerramento de seu ano e sua participação em um Grand Slam. O último título de Grand Slam conquistado pelo ex-número um do mundo foi o Aberto da Austrália em 2018.

O torneio de Cincinatti começa em 16 de agosto, duas semanas antes do início do US Open em Nova York, o último torneio de Grand Slam do ano.

- Us Open, lembranças douradas -

Federer jogou pela última vez no US Open em 2019, quando caiu nas quartas de final. O estádio Arthur Ashe foi o cenário de uma épica sequência de cinco títulos consecutivos de Federer no torneio americano de 2004 a 2008.

Em 2009, o suíço chegou à final e acabou perdendo em cinco sets para o argentino Juan Martín del Potro. Desde aquela final, Federer só se classificou para uma final do US Open em uma ocasião, perdendo para Djokovic em 2015.

O lendário jogador, que disputou apenas cinco torneios este ano, se submeteu a duas cirurgias no joelho direito em 2020 após o Aberto da Austrália.

O ex-número um do mundo, agora nono no ranking da ATP, chegou a duas oitavas de final em Wimbledon, onde soma oito títulos.

Federer, Rafael Nadal e Novak Djokovic, o atual número um do mundo, têm o recorde masculino de 20 títulos de Grand Slam na carreira antes do Aberto dos Estados Unidos, onde Djokovic tentará completar o primeiro Grand Slam masculino em um ano desde Rod Laver em 1969.

O sérvio perdeu a chance de somar à sua carreira a medalha de ouro em Tóquio-2020. Mais triste ainda, retirou-se das Olimpíadas de mãos vazias, após perder o bronze para o espanhol Pablo Carreño e renunciar ao partido de duplas mistas que disputaria com sua compatriota Nina Stojanovic em busca do terceiro lugar do pódio.

Federer possui dois títulos de Toronto e um recorde de sete troféus em Cincinnati.

O Masters de Toronto anunciou ainda que o atual campeão olímpico, o alemão Alexander Zverev, assim como o italiano Matteo Berrettini, o canadense Milos Raonic e o espanhol Pablo Carreno Busta também se retiraram do torneio.

js/dj/gfe/ol/mvv

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos