Federer doa um milhão de dólares aos mais necessitados na Suíça

AFP
Roger Federer anunciou doação para ajudar suíços em dificuldade
Roger Federer anunciou doação para ajudar suíços em dificuldade

O tenista suíço Roger Federer, campeão de vinte Grand Slams, anunciou nesta quarta-feira (25) a doação de um milhão de francos suíços (um milhão de dólares) para as famílias pobres de seu país, as mais vulneráveis às consequências da pandemia do coronavírus.

"Vivemos um momento difícil para todos nós e ninguém deve ser deixado de lado. Mirka (sua esposa) e eu decidimos fazer uma doação pessoal de um milhão de francos suíços para as famílias mais desfavorecidas da Suíça", anunciou Roger Federer em seu Instagram, em mensagem escrita em francês, alemão e inglês.

"Nossa contribuição é apenas um início. Esperamos que outros se juntem para ajudar ainda mais as famílias em necessidades. Juntos podemos superar esta crise! Continuem com boa saúde!", concluiu o ex-número 1 mundial, um do atletas mais bem pagos do mundo, com receita de 93,4 milhões de dólares em 2019, segundo a revista especializada Forbes.

Federer e sua esposa não deram mais detalhes sobre o destino da doação.

A pandemia do coronavírus provocou o contágio de cerca de 9.000 pessoas na Suíça, com um balanço até o momento de 86 mortes, segundo a agência de saúde do país.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também