Federação Paulista faturou mais do que 13 clubes na 1ª fase do Paulistão

Jorge Nicola
Com média de público de 7.448 pagantes, Santos faturou menos com bilheteria do que a FPF (Fernando Dantas/Gazeta Press)

O Campeonato Paulista pode ser bom no aspecto financeiro para os clubes, mas é ótimo para a FPF (Federação Paulista de Futebol). Tanto que a entidade colocou em seus cofres pouco mais de R$ 1,5 milhão com a bilheteria dos 96 jogos da fase de grupos – 13 dos 16 times faturaram menos do que a FPF. Apesar de ter uma das maiores torcidas do país, o Santos está nessa lista de 13 clubes.

Somente Palmeiras, São Paulo e Corinthians fecharam a primeira etapa do Paulistão com lucro maior. O Palmeiras embolsou R$ 6 milhões, contra R$ 3,2 milhões do São Paulo e R$ 3,1 milhões do Corinthians.

O regulamento do Paulistão prevê que a federação fique com 5% da receita bruta de qualquer jogo. Assim, mesmo nas partidas em que o mandante tem prejuízo por causa do público pequeno, a FPF fatura algum troco. No total, foram R$ 30,1 milhões com bilheteria bruta, restando à FPF pouco mais de R$ 1,5 milhão.

O Santos, que mandou seis partidas em casa, ficou com apenas R$ 691 mil. Detalhe importante: o Peixe chegou a pagar para realizar o último jogo, na vitória sobre o Novorizontino. O prejuízo foi de R$ 25 mil depois que apenas 3.195 pessoas pagaram ingresso na Vila Belmiro.

Também de olho na parte financeira que o presidente da FPF, Reinaldo Carneiro Bastos, não se opôs à inversão de mando no jogo entre Linense e São Paulo, que ocorrerá no Morumbi, no próximo domingo. A capacidade do estádio são-paulino é de 60 mil pessoas, contra pouco mais de 10 mil em Lins.

FATURAMENTO COM BILHETERIA NA 1ª FASE:
1º Palmeiras: R$ 6 milhões
2º São Paulo: R$ 3,2 milhões
3º Corinthians: R$ 3,1 milhões
4º FPF: R$ 1,5 milhão
5º Santos: R$ 691 mil
6º Novorizontino: R$ 613 mil
7º Red Bull: R$ 540 mil
8º Ituano: R$ 465 mil
9º Botafogo: R$ 435 mil
10º Mirassol: R$ 406 mil
11º Linense: R$ 336 mil
12º São Bento: R$ 313 mil
13º Ferroviária: R$ 217 mil
14º Santo André: R$ 200 mil
15º São Bernardo: R$ 137 mil
16º Audax: R$ 135 mil
17º Ponte Preta: R$ 50 mil

Para acessar outras notícias do Blog do Jorge Nicola, clique aqui: