Collina defende diminuição de violência contra árbitros no futebol amador

Redação Central, 23 mar (EFE).- O presidente da Comissão de Árbitros da Fifa e responsável pela arbitragem da Uefa, Pierluigi Collina, denunciou a violência verbal e física sofrida pelos árbitros em jogos de futebol amador e afirmou que é preciso tomar medidas para resolver esse "problema mundial".

"Infelizmente vejo isso em quase todos os países do mundo. É um problema mundial que precisamos levar em consideração e combater o mais rápido possível", disse Collina, que exigiu respeito aos "heróis desconhecidos", que comandam partidas a cada fim de semana e sofrem agressões verbas e também físicas.

Em declarações à "Sky Sports", Collina alertou a possibilidade que o futebol perca vários árbitros por esse motivo se não forem encontradas soluções rápidas para esse problema.

"Não será fácil, mas é preciso fazer algo. O futebol de alto nível deve transmitir uma boa mensagem ao futebol amador", completou o ex-árbitro italiano. EFE


Leia também