Federação de Treinadores de Futebol se mobiliza por “Lei Caio Junior”

A Federação Brasileira de Treinadores de Futebol (FBTF), entidade que se propõe a representar os interesses da categoria, organizou para esse fim de semana uma manifestação em prol da aprovação da “Lei Caio Junior”, batizada em homenagem ao ex-técnico da Chapecoense, vitimado pelo acidente aéreo de 2016.

Durante os jogos válidos pelos torneios estaduais, treinadores usarão uma camisa alusiva ao Projeto de Lei PL 7560/2014, que tramita na Comissão de Constituição e Justiça do Senado Federal. Caio Junior, um dos idealizadores da empreitada, participou da fundação da FBTF.

“Queremos chamar a atenção dos parlamentares em Brasília e dos dirigentes esportivos para a necessidade de os treinadores terem uma lei que os proteja da melhor forma e lhes traga tranquilidade para trabalhar” declarou Vagner Mancini, vice-presidente da entidade e atual técnico da Chapecoense.

Entre as medidas propostas, estão a obrigatoriedade de assinatura de contrato de trabalho, o tempo mínimo de contrato de seis meses e o pagamento de pendências contratuais em caso de dispensa antes da contratação de um novo profissional, entre outros pontos.

“Precisamos do apoio de todos os profissionais de futebol para que nosso projeto possa ser votado na íntegra e essa primeira manifestação poderá nos ajudar nessa caminhada” declarou Zé Mario, presidente da FBTF, em nota postada no perfil da entidade no Facebook.