Federação Tocantinense dá aval para o Palmas inscrever quatro atletas na reta final do Estadual-2020

LANCE!
·2 minuto de leitura


A comoção em torno do acidente aéreo que matou o presidente do Palmas, integrantes da delegação e o piloto da aeronave, Wagner Machado, no último domingo, se estendeu a uma nobre ação da Federação Tocantinense de Futebol (FTF). Em ofício divulgado nesta quarta-feira pelo superintendente José Wilson Soares, a entidade deu aval para que o Tricolor registre outros quatro jogadores nos lugares dos atletas que morreram no desastre ocorrido no distrito de Luzimangues, em Porto Nacional. O prazo estabelecido foi o dia 3 de fevereiro (próxima quarta-feira, às 18h).

Os jogadores substituirão Guilherme Noé, Lucas Praxedes, Ranule Gomes e Marcus Molinari, vítimas da tragédia aérea. Todos tinham sido contratados em 2021 ao Palmas e, além de disputar a Copa Verde, se preparavam para atuar na reta final da edição de 2020 do Campeonato Tocantinense (que migrou de data em função da pandemia do novo coronavírus).

A diretoria do Palmas concederá uma entrevista coletiva nesta quinta-feira para detalhar o planejamento do clube depois do baque envolvendo o mandatário Lucas Meira e o acidente envolvendo jogadores do seu elenco. Segundo o "GE", a equipe ainda não informou quem serão os inscritos.

A Federação informou que, além do Tricolor, "se houver interesse, as equipes do Araguacema e do Tocantinópolis poderão registrar o mesmo número de atletas, dentro do prazo estabelecido acima".

Devido ao desastre aéreo, o jogo de volta da semifinal entre Palmas e Tocantinense foi transferido do dia 28 de janeiro para 5 de fevereiro (uma sexta-feira), às 16h. A equipe tem a vantagem do empate, uma vez que venceu por 1 a 0 o jogo de ida, disputado em 15 de março.

O Tocantinópolis já está classificado para a final após ter vencido o Interporto nos pênaltis. Já a partida do Palmas contra o Vila Nova, válida pela Copa Verde, foi transferida para o dia 2 de fevereiro.