Federação PR pede para STJD anular jogos do mata-mata e refazer chaveamento

Entidade alegou que o regulamento não está sendo cumprido e solicitou mudanças

A polêmica continua. Após definir dois semifinalista, o Campeonato Paranaense tem a possibilidade de voltar ao início do mata-mata. A Federação Paranaense de Futebol (FPF) solicitou a redefinição do chaveamento das quartas de final ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD).

O pedido aconteceu no final da tarde desta terça-feira e a entidade alega que as partidas precisam ser anuladas devido ao regulamento ter sido descumprido. E pede para que o novo aparelhamento aconteça. No ofício, a Federação ainda diz que a tabela influencia na classificação das equipes para a Série D do Campeonato Brasileiro e para a Copa do Brasil do ano que vem.

O imbróglio se deve ao "caso Getterson", que definiu o rebaixamento do J. Malucelli, que escalou o jogador irregularmente em três rodadas e perdeu 16 pontos. Assim, o Rio Branco ganhou sua vaga, mas foi colocado na quarta posição e não na oitava, já que terminou a primeira fase em nono.



Caso seja acatado, os duelos serão alterados. Paraná e Prudentópolis, eliminados por Atlético-PR e Cianorte, respectivamente, voltariam ao torneio e enfrentariam Rio Branco e Londrina. O Furacão pegaria o Coxa e o Cianorte duelaria com o Cascavel.

O pedido para que o Estadual tivesse um novo chaveamento veio pelo Tricolor e Cascavel na última quinta-feira, e agora foi acatado pela FPF. O STJD negou a paralisação na sexta-feira e decidiu que as partidas deveriam acontecer no final de semana.

O órgão deve se posicionar na quinta-feira. Na quarta-feira, Coritiba x Cascavel e Londrina x Rio Branco jogam pelos confrontos da volta das quartas de final do Campeonato Paranaense.



E MAIS: