Federação Internacional propõe torneio por equipes no judô olímpico

Uma das competições em que o Brasil tem mais tradição dentro dos Jogos Olímpicos, o judô pode ter mais um evento nas Olimpíadas de 2020 de Tóquio, no Japão, casa do esporte. A Federação Internacional de Judô (FIJ) requisitou ao Comitê Olímpico Internacional (COI) que aconteça um torneio por equipes na próxima edição dos Jogos.

“O judô parece um esporte individual. A verdade é que ele sempre foi um esporte coletivo. Só pode ser praticado com companheiros, isto é, como parte de um time”, diz o comunicado oficial da maior entidade do esporte. Até hoje na história dos Jogos Olímpicos, o judô é o esporte que mais trouxe êxito para o Brasil, 22 medalhas, sendo quatro de ouro, três de prata e 15 de bronze.

O formato alternativo de torneio envolveria times de seis atletas: três mulheres, nas categorias até 57 kg, até 70 kg e acima de 70kg, e três homens, até 73 kg, até 90 kg e acima de 90 kg. Os integrantes seriam escolhidos daqueles já inscritos para o torneio individual, o que não aumentaria o número de atletas.

Segundo a FIJ, o torneio de equipes necessitaria de apenas mais um dia de competições. Um mínimo de 12 equipes seria esperado para a realização do novo formato, disputado em sistema de quartas de final com repescagem.

O ranking das equipes seria definido pelos resultados e número de pontos no ranking de cada um dos seis integrantes em suas categorias respectivas.

Dentro do circuito internacional de judô, a competição por equipes acontece desde 1994, com o primeiro Mundial para equipes masculinas. No feminino, torneios do time começaram três anos mais tarde. Desde 1998, os mundiais individuais e por equipes são disputados no mesmo evento.

Os dois Jogos Olímpicos da Juventude já realizados, em Cingapura 2010 e Nanquim 2014, já tiveram o evento misto por equipes. No último mundial, em 2015, no Cazaquistão, o Japão levou as duas medalhas de ouro por equipes. Já em 2013, o Brasil conseguiu levar a prata no feminino, perdendo para as japonesas na final.