Federação francesa promete agir rapidamente após confusão em Paris FC x Lyon

·2 min de leitura

PARIS (Reuters) - O presidente da Federação Francesa, Noël Le Graët, afirmou que “rápidas decisões” serão tomadas após o jogo pela Copa da França entre Paris FC e Lyon ser abandonado por violência nas arquibancadas.

O episódio, em que torcedores brigaram e alguns invadiram o gramado para atirar sinalizadores durante o intervalo, é o último de uma série de incidentes que têm manchado o futebol francês nesta temporada.

“É desastroso ao futebol. É vergonhoso e muito triste ver que uma partida da Copa da França em Paris pode se degenerar dessa maneira”, teria dito Le Graët segundo o jornal de esportes L’Equipe neste sábado.

“Agora, as responsabilidades serão estabelecidas na segunda-feira. Coloquei toda nossa equipe no caso. Eles estudarão os relatórios. Precisamos saber quem são esses loucos e de onde eles vêm.”

“Na sexta-feira, havia seguranças suficientes? A segurança foi boa? Não depende de mim responder. As autoridades da federação estão trabalhando e decisões serão tomadas rapidamente.”

Torcedores do Lyon parecem ter sido os mais violentos, mas o presidente Jean-Michel Aulas se recusou a aceitar que seu clube deveria receber toda a culpa.

“Eu não sei exatamente o que aconteceu. Não podemos culpar apenas nossos torcedores. Houve uma cadeia de eventos...Estou esperando para descobrir o que realmente aconteceu”, disse.

O clube, no entanto, decidiu proibir que seus próprios torcedores viajassem.

“Neste contexto, até segunda ordem, e até que seja esclarecida a identidade dos perpetradores, o Lyon decidiu proibir que grupos de torcedores viajem para jogos fora de casa”, disse o clube, em comunicado.

O Lyon perdeu um ponto no Campeonato Francês após seu jogo em casa contra o Olympique Marseille ser abandonado mês passado quando o atacante do Marseille, Dimitri Payet, foi atingido por uma garrafa atirada das arquibancadas.

Os episódios de violência nos estádios franceses levaram o governo a anunciar na quinta-feira que os jogos serão abandonados se um jogador ou árbitro for ferido por alguma coisa atirada das arquibancadas.

Entre outras medidas, o governo disse que a decisão de abandonar um jogo após qualquer incidente na torcida seria tomada no máximo 30 minutos depois de ele ocorrer.

Também prometeu impor banimentos mais rígidos aos estádios para torcedores violentos.

O Nice perdeu dois pontos, um deles suspenso, após sérios incidentes durante seu jogo em agosto contra o Marseille, quando jogadores visitantes entraram em conflito com torcedores da casa que os alvejaram com projéteis e invadiram o gramado.

O dérbi do norte entre Lens e Lille teve problemas com a torcida em setembro. O começo do segundo tempo foi atrasado após torcedores rivais atirarem objetos entre si antes de invadirem o gramado, levando a polícia e os fiscais a intervirem.

Também houve problemas em Montpellier, Angers, Marselha e Saint-Étienne.

(Por Julien Pretot)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos