Federação anuncia de forma oficial a suspensão do Campeonato Espanhol


O presidente da Federação Espanhola de Futebol, Luis Rubiales, confirmou nesta quarta-feira, em coletiva de imprensa, a suspensão das competições de futebol no país. Não há nenhuma definição quanto a um possível retorno dos torneio e que um modelo adaptado para o final do calendário deve ser estudado sem que os atletas possam ser prejudicados tendo que jogar em um período de tempo muito curto.

- Não consideramos datas de retorno, pois, acima de tudo, essa crise deve ser superada e a saúde vem antes de tudo. Quando o futebol voltar, conversaremos e entraremos em contato com especialistas médicos que nos aconselham sobre quando voltar. Jogar a cada 48 horas seria desumano.

Rubiales também não acredita em um retorno para o início de maio, como muitos esperavam após a decisão da Uefa em adiar a Eurocopa para 2021.

- Está longe de começar em maio e espero estar errado. Precisamos começar a recuperar os jogos após 30 de junho, o que gera perdas, mas temos que tratar isso com LaLiga.

O encontro também serviu para o anúncio de medidas tanto esportivas quanto sociais. A Federação irá ajudar os clubes pequenos com subsídio de quatro milhões de euros (R$ 21 milhões). Já no aspecto social, o hotel da seleção espanhola estará a disposição de profissionais de saúde e familiares de doentes, além de uma contribuição financeira para combater o coronavírus.









Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também