Federação acata pedido do Flamengo e adia Clássico dos Milhões; Vasco repudia decisão

Nathalia Almeida
·2 minuto de leitura

Campeão da Supercopa do Brasil no último domingo (11), o Flamengo tem o clássico contra o Vasco da Gama, pela 9ª rodada do Campeonato Carioca, como próximo compromisso de seu apertado calendário. A partida contra o arquirrival de São Januário, no entanto, passou por uma alteração logística na noite desta segunda-feira.

Inicialmente programado para ser disputado às 21h de Brasília da próxima quarta (14), o primeiro Clássico dos Milhões da temporada foi adiado para a quinta-feira, dia 15 de abril, às 19h no Maracanã. Como destaca a ESPN, a decisão foi tomada pela Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (FERJ), acatando a solicitação do clube da Gávea.

Primeiro Clássico dos Milhões da temporada será no dia 15 | Buda Mendes/Getty Images
Primeiro Clássico dos Milhões da temporada será no dia 15 | Buda Mendes/Getty Images

Apesar de já classificado às semifinais da competição, o Flamengo deve ir a campo com seu time titular, para dar mais ritmo de jogo aos seu XI ideal visando a estreia do clube na Libertadores. Com 19 pontos conquistados, o Rubro-Negro é o atual vice-líder do Carioca, atrás apenas do Volta Redonda (20). Para o Vasco da Gama, o clássico é duelo 'de vida ou morte': oitavo colocado com apenas 10 pontos conquistados em oito jogos, precisará de um verdadeiro milagre na reta final da fase classificatória se ainda sonha com uma vaga no G-4.

Mudança não foi bem aceita em São Januário

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Pouco depois do martelo ser batido pela FERJ, o Vasco utilizou seus canais oficiais para repudiar publicamente a decisão da entidade, alegando se tratar de uma arbitrariedade com objetivo claro de beneficiar um dos clubes envolvidos no confronto.

"Inexiste qualquer motivo legítimo que justifique a mudança de data às vésperas do confronto, visto que é usual a programação de jogos aos domingos e quartas-feiras. Ressalta-se que o regulamento da competição, em seu art. 23, elenca as causas para alteração de horário de qualquer jogo à compatibilização e adequação à programação das detentoras dos direitos de transmissão, desde que expressamente solicitado por estas, ou ainda casos fortuitos ou de força maior.

Por certo, não se trata de nenhuma destas situações, mas tão somente, a uma arbitrariedade da FFERJ atuando de forma não igualitária perante seus filiados (...) O Vasco da Gama lamenta a equivocada decisão da federação que acaba com o equilíbrio entre todos os seus filiados e a própria credibilidade da competição que organiza"