Depois de fazer volta mais rápida, Vettel rejeita favoritismo da Ferrari

Mesmo depois de fazer a melhor volta da pré-temporada da Fórmula 1, Sebastian Vettel não quer se antecipar e cravar a Ferrari como uma das favoritas para 2017 na categoria. Para o tetracampeão mundial, ainda é muito cedo para pensar no desempenho das equipes.

“O carro é muito melhor que o do ano passado porque a natureza da F1 mudou, então as coisas vêm fazendo sentido. Mas estamos muito no começo”, disse o alemão após a primeira parte de testes desta quinta-feira.

Em Barcelona, Vettel cravou tempo de 1min19s024 e bateu a melhor volta desta quarta, conquistada por Valtteri Bottas, Mercedes. “Se você olha para o tanto de voltas que eles deram, se você olha quão lentos eles são historicamente nos testes e o quanto eles são capazes de melhorar para as corridas, fica claro isso. Eles ainda são os caras a serem batidos”, acrescentou.

Para o piloto da Ferrari, o grande diferencial da equipe alemã é a sua capacidade de manter uma performance durante longos períodos. “Para nós não importa muito como estamos agora. Estamos crescendo. Precisamos trabalhar duro porque sabemos que precisamos melhorar. Por isso é importante não nos distrairmos”, completou Sebastian.

Quarto colocado no campeonato de 2016, Vettel também admitiu que há muito para se fazer na Ferrari até o começo da temporada, no GP da Austrália, no dia 26 de março, “principalmente nos boxes”, de acordo com o piloto.

Tetracampeão com a Red Bull entre 2010 e 2013, Vettel ainda não conseguiu desempenhar a mesma dominância na montadora italiana. Na última temporada, o alemão foi ultrapassado por Daniel Ricciardo e quase acabou atrás de Max Verstappen, ambos de sua antiga equipe.