Fazendeiros de SP faturam convertendo abacate em batom

Marcus Couto
·1 minuto de leitura
Abacate: aproveitamento até o talo. (Foto: Getty Images)
Abacate: aproveitamento até o talo. (Foto: Getty Images)
  • Uma família de fazendeiros de SP fatura convertendo abacates em outros produtos.

  • Estratégia visa minimizar o desperdício e aumentar as margens de lucro.

  • Tudo começou ainda nos anos 1960, com plantação de café.

Uma família de fazendeiros no interior de São Paulo encontrou formas criativas de maximizar seus ganhos na produção de abacates, aproveitando ao máximo o material da fruta.

As informações são de reportagem do Globo Rural.

Leia também:

O negócio é da família Gonçalves, que possui nove propriedades em São Paulo e em Minas Gerais. Eles contam que essa jornada de empreendedorismo começou ainda nos anos 1960, em um terreno bem menor do que os atuais. Na época, apostaram no cultivo de café, mas aos poucos, foram se sofisticando.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

Já no início dos anos 2000, a família decidiu apostar na diversificação: especificamente, no plantio do abacate, simultaneamente ao do café.

Planos de expansão

Para evitar o desperdício, os agricultores encontraram formas criativas de utilizar os produtos das frutas que não acabavam aproveitadas no mercado de São Paulo. Passaram então a produzir azeite de abacate e até batom, vendida numa loja de cosméticos da família.

Em uma única fazenda de Minas Gerais, eles têm 70 hectares de plantação de abacate.

Agora, os Gonçalves já levam parte da produção para capitais de outros estados, como Porto Alegre e Manaus, mas eles não estão ainda satisfeitos. Querem expandir. O plano agora é levar a produção de abacate para outros países do mundo.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube