Fazenda da Espanha inclui Daniel Alves em lista de inadimplentes

·1 minuto de leitura
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 06.08.2019: Lateral-direito multicampeão Daniel Alves durante sua apresentação como jogador do São Paulo. (Foto: Rubens Cavallari/Folhapress)
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 06.08.2019: Lateral-direito multicampeão Daniel Alves durante sua apresentação como jogador do São Paulo. (Foto: Rubens Cavallari/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Ministério da Fazenda da Espanha incluiu o nome de Daniel Alves em sua lista de inadimplentes. Os dados referentes ao ano de 2020 foram publicados pela Agência Espanhola de Impostos, que atualizou a relação de contribuintes em débito nesta segunda-feira (28).

De acordo com o documento, o jogador de 38 anos deve 2,1 milhões de euros (R$ 12,4 milhões) ao fisco espanhol. Atualmente no São Paulo, o lateral direito morou na Espanha de 2002 a 2016, período em que vestiu as camisas de Sevilla e Barcelona.

Por meio de sua assessoria de imprensa, Daniel Alves afirmou não ter recebido nenhum comunicado oficial do governo espanhol. Por isso, o atleta preferiu não se manifestar sobre o assunto neste momento.

A lista apresenta outros nomes ligados ao futebol. De acordo com a Agência Espanhola de Impostos, o técnico do Real Madrid, Carlo Ancelotti, tem uma dívida de 1,5 milhão de euros (R$ 8,8 milhões). O vice-presidente do Sevilla, José María del Nido Carrasco, deve 1,7 milhão de euros (R$ 10 milhões).

Quem não consta na relação publicada pela entidade tributária é Neymar. O jogador aparecia como o maior devedor no documento referente a 2019, com 34,6 milhões de euros em débito (R$ 229 milhões, na cotação da época).

A ausência na lista de 2020 não significa necessariamente que o brasileiro tenha quitado o valor. Ele, que não se pronunciou a respeito da questão, pode ter feito algum acordo para o parcelamento ou obtido algum tipo de suspensão.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos