Falta de comunicação? Corinthians e as situações de Cristian e Marlone

Nos últimos dias, dois jogadores se queixaram publicamente do Corinthians. Primeiro, Cristian foi afastado após dar uma entrevista onde reclamou de algumas situações que aconteceram no clube, e depois do afastamento, fez novas criticas, desta vez citando até citando as declarações do diretor de futebol Flávio Adauto e do gerente de futebol Alessandro Nunes.

Sem conseguir render o esperado nesta segunda passagem, o volante não estava nos planos de Fabio Carille para a temporada, mesmo com o seu contrato com o Corinthians sendo válido até dezembro. Após o imbróglio, Cristian segue no clube, no entanto, treinando em horários alternativos no CT Joaquim Grava.

Cristian - Corinthians - 21/11/2016

 © Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Já a situação de Marlone é um pouco diferente. O meia chegou ao Timão no início da temporada passada, e alternou boas e más atuações, mas sempre brigando por seu espaço no mesmo com as trocas de técnicos. O jogador começou 2017 na equipe principal, e perdeu espaço, principalmente após uma virose antes do clássico contra o Palmeiras.

Marlone chegou a treinar no time titular antes da partida contra o RB Brasil da última quinta-feira (23), pela 10ª rodada do Campeonato Paulista, mas na véspera do jogo, as negociações envolvendo a sua saída avançaram, e o jogador fez fortes declarações na sua despedida, dizendo estar chateado com algumas pessoas no clube.

"Estou muito chateado com o que algumas pessoas do Corinthians estão passando para a imprensa a meu respeito. É uma covardia muito grande. Quem me conhece sabe como sou extremamente profissional e comprometido. Basta vocês perguntarem a todos os profissionais com os quais trabalhei até hoje, sejam atletas, treinadores e todos os companheiros de clube, duvido que alguém tenha alguma coisa negativa para falar sobre a minha conduta", disse Marlone em seu comunicado de despedida.

"Eu tenho um carinho muito grande pelo Corinthians, representei o clube com todas as minhas forças, com todo comprometimento, dedicação e profissionalismo, e não admito que digam mentiras a meu respeito. Aproveito a oportunidade para demonstrar o meu eterno reconhecimento a Fiel, aos meus companheiros de time e todos os profissionais do Corinthians com os quais tive a honra de trabalhar neste período", finalizou.

Marlone Corinthians Ferroviaria Paulista 19032017

 © Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians

Alessandro rebateu a nota oficial divulgada por Marlone, após a confirmação de seu empréstimo ao Atlético-MG e defendeu o clube. O dirigente criticou as palavras usadas pelo jogador no comunicado e ainda disse que o desabafo do meia não tem explicação.

"É muita covardia por parte dele vir para a imprensa, dizer que alguém do Corinthians tratou mal. Confesse que está bastante confuso, gostaria que ele se explicasse um pouco mais, até para a torcida do Corinthians", disse o ex-lateral. "Gera estranheza da nossa parte (a reação de Marlone), porque ontem quando conversamos ele estava tranquilo. São dois atletas (Marlone e Clayton) trocando de clube, sendo emprestados. Não tem nada de desproporcional. O Clayton não está vindo a contragosto, nem o Marlone".