"Não se pode ir ao Camp Nou para defender o resultado", alerta Daniel Alves

Redação Central, 11 abr (EFE).- "Inimigo íntimo" do Barcelona nas quartas de final da Liga dos Campeões e um dos destaques da vitória da Juventus por 3 a 0 sobre o time catalão nesta terça-feira, em Turim, pelo jogo de ida do confronto, o lateral Daniel Alves fez um alerta a seus companheiros sobre o risco de se limitar a defender na partida de volta, fora de casa, no estádio Camp Nou.

"Não se pode ir ao Camp Nou para defender o resultado. É preciso tentar fazer gol, dificultar o jogo para o Barcelona", disse o brasileiro em entrevista à rádio catalã "Mega".

O lateral da Juventus elogiou o rendimento de sua equipe para construir um placar de 3 a 0 contra um adversário forte.

"Foi muito mérito. Nossa efetividade fez com que o Barcelona não tivesse espaços, que não controlasse a partida como gosta", argumentou.

Daniel Alves também comentou por que não comemorou os gols da Juve.

"É uma sensação estranha, uma coisa é enfrentar um ou outro (ex-companheiro de Barcelona) pela seleção, e outra coisa é enfrentar todos. A alegria de meus companheiros é a minha, e preferi guardar a felicidade para mim por respeito ao que vivi com eles", justificou-se. EFE