'Falhamos todos', diz goleiro alemão após derrota por 6 a 0 para a Espanha

·2 minuto de leitura
Lance da partida entre Espanha e Alemanha, pela sexta rodada do Grupo 4 da liga A da Liga das Nações
Lance da partida entre Espanha e Alemanha, pela sexta rodada do Grupo 4 da liga A da Liga das Nações

O goleiro da seleção da Alemanha, Manuel Neuer, afirmou que todos os jogadores da equipe falharam na derrota por 6 a 0 para a Espanha, nesta terça-feira, pela Liga das Nações.

"É muito decepcionante para todos nós, não acho que os outros me deixaram sozinho, faço parte da equipe, todos nós falhamos nesta partida", disse Neuer à emissora alemã ARD.

“Faltou comunicação, devíamos ter falado mais em campo, depois do primeiro gol (...), é importante apoiar um ao outro, sermos solidários”, declarou o campeão mundial em 2014.

"Temos tempo antes da Eurocopa, temos de levar todos os jogos a sério", acrescentou Neuer, que nunca tinha sofrido seis gols numa única partida

"Isso dói", disse seu companheiro de equipe Toni Kroos, afirmando que "não fomos superiores na defesa, eles nos mostraram como correr, como defender".

"Tínhamos um plano, de ser compacto no início, de não sair rapidamente, que funcionou em parte, mas depois do primeiro gol, perdemos a calma", explicou Kroos.

"No segundo tempo queríamos atacar mais, jogar mais avançado e também não funcionou", concluiu o jogador.

Já o técnico da Alemanha, Joachim Löw, afirmou que nada deu certo no confronto com os espanhóis que, além de se classificarem às semifinais da Liga das Nações, inflingiram a maior derrota dos adversários desde 1931.

“Foi uma noite em que a nossa equipe não fez quase nada bem e é por isso que tivemos este resultado”, afirmou o treinador em entrevista coletiva.

"Todos viram que não ganhamos quase nenhum duelo individual, não fomos organizados, a Espanha pressionou muito, o que gerou muitos problemas, quase não tivemos oportunidades", acrescentou.

"Não mostramos quase nenhuma intensidade no jogo, quase não tivemos posse de bola", afirmou Löw, que disse que prefere olhar para o futuro.

"Vamos esperar pelos jogos em março do próximo ano para resolver as nossas falhas, veremos como o resolveremos nos treinos", explicou.

“Conseguimos nove pontos, estávamos no caminho certo, éramos os primeiros da classificação, mas perdemos hoje e não temos mais a oportunidade de continuar nesta competição", lamentou.

"Tenho visto muitas coisas boas, confiamos nos nossos jogadores, jogamos muito bem contra a Ucrânia, mas tudo que preparmos e falamos para melhorar hoje não funcionou, a Espanha jogou muito bem e não nos deu qualquer opção de ganhar o jogo", insistiu Löw, citando em seguida a renovação da equipe.

"São jogadores novos que têm de melhorar, todos temos de trabalhar juntos, apesar da grande derrota e do desempenho da equipe, confio nos meus jogadores e acredito que eles têm qualidade suficiente para seguir em frente", afirmou.

"Temos que refletir sobre o jogo que jogamos hoje, não tivemos oportunidade de vencer a Espanha. É uma equipe que está em boa forma e não temos conseguido trazer a qualidade que temos", frisou.

"Não estou preocupado com o meu trabalho", concluiu ele quando questionado se teme ser demitido.

cpb/gr/mcd/lca