Falcao reconhece que atentado desconcentrou Dortmund

O zagueiro do Dortmund Matthias Ginter (E) disputa bola com o atacante do Monaco Radamel Falcao, em Dortmund, em 12 de abril de 2017

O atacante colombiano Radamel Falcao, que com o Monaco venceu o Borussia Dortmund por 3 a 2 nesta quarta-feira, em jogo de ida pelas quartas de final da Liga dos Campeões, admitiu que o adversário se desconcentrou com o atentado sofrido na véspera.

Três explosões em torno do ônibus do Borussia Dortmund, na terça-feira, feriram o zagueiro espanhol Marc Bartra no punho, e levaram ao adiamento da partida por 22 horas.

"Era difícil administrar tudo o que passou. Nós estivemos concentrados durante dois dias para esta partida, os ataques podem ter tirado sua concentração", avaliou Falcao.

"Era difícil para os jogadores do Borussia, com um jogador ferido, mas a Uefa decidiu que se deveria jogar".