Falcão diz que Pelé pediu para treinar em 1990

***ARQUIVO*** São Paulo - SP - Brasil - 15/12/2014 -  Fotos do ex jogador Paulo Ronberto Falcão  .( Foto Ernesto Rodrigues/Folhapress)
***ARQUIVO*** São Paulo - SP - Brasil - 15/12/2014 - Fotos do ex jogador Paulo Ronberto Falcão .( Foto Ernesto Rodrigues/Folhapress)

SANTOS, SP (FOLHAPRESS) - Atual coordenador de futebol do Santos, o ex-jogador Paulo Roberto Falcão, 69, recordou de uma passagem pessoal marcante envolvendo Pelé em 1990, quando dirigia a seleção brasileira. Ele chegou ao velório do Rei do futebol, que acontece desde às 10h (horário de Brasília) desta segunda-feira (2), acompanhado do técnico Odair Hellmann,

"Não preciso falar da capacidade de entender as coisas, de jogar futebol, mas da forma como era humilde e se relacionava com as pessoas. Sempre falo com orgulho que fui o último treinador dele", iniciou o dirigente.

O Rei do futebol surpreendeu Falcão durante um jogo festivo pelos seus 50 anos, comemorados com uma partida simbólica contra um combinado do resto do mundo, em 31 de outubro daquele ano. Pelé, na ocasião, apareceu para treinar um dia antes.

"Ele foi treinar. Era um jogo festivo, mas apareceu para treinar me chamando de professor. Falei: 'não sou professor nada'. Ainda encostou em mim perguntando se poderia bater uma faltinha no jogo, se tivesse. Até brinquei com os outros: vou só escalar o Pelé e ele escala quem ele quiser aqui", contou.

O jogo terminou 2 a 1 para o combinado internacional, que contava com dois brasileiros -o zagueiro Júlio Cesar e o volante Alemão-, além de jogadores como Michel, Marco van Basten, Hagi, Stoichkov e outros. O único gol da seleção foi marcado pelo ex-meio-campista Neto.

O técnico Odair Hellmann, por sua vez, contou que cresceu ouvindo histórias do Rei do futebol por seu pai, santista. Ele foi contratado no início do último mês.

"Eu conheci o futebol através do meu pai, que era santista. Ele falou do Pelé para mim. Eu tinha o sonho a vida inteira de conhecer o Pelé pessoalmente, não consegui. Quis o destino de eu vir para Vila neste momento", afirmou.

"O mundo inteiro sabe quem é o Pelé, então há muita responsabilidade de falar desse legado, mostrar quem foi, o maior de todos. Venho me despedir do Edson Arantes do Nascimento e pedir a bênção para a nossa caminhada esse ano. A áurea do Pelé, a luz do Pelé vai iluminar os jovens e todos nós que estamos aqui", disse.

O Santos se reapresentou para a pré-temporada no último dia 20 de dezembro. O clube seguirá nesta terça-feira (3) para Atibaia como parte da programação.