Fagner e Cueva vão ao TJD, mas lateral corintiano deve disputar finais

A confusão entre Fagner e Cueva, que trocaram agressões no clássico entre Corinthians e São Paulo, no último domingo, é analisada pelo Tribunal de Justiça Desportiva (TJD-SP) e pode ir à julgamento e render punições a ambos. Contudo, é improvável que o lateral-direito do Timão perca as finais do Campeonato Paulista, contra a Ponte Preta.

As decisões do Estadual ocorrerão nos dois próximos domingos, em 30 de abril e 7 de maio, e a expectativa é de que, se os atletas forem denunciados, só haja julgamento depois do dia 8 de maio. As sessões do tribunal acontecem às segundas-feiras, mas na próxima é feriado nacional, por conta do Dia do Trabalho.

Entretanto, o procurador Wilson Marqueti, em entrevista à ESPN Brasil, não descartou a possibilidade de uma decisão em caráter liminar, que afaste Fagner da segunda final:

- Dependendo da gravidade, pode ocorrer um pedido da procuradoria nesse sentido. Aí o presidente do Tribunal que irá decidir se dará o efeito suspensivo até o julgamento - declarou Marqueti, que ainda irá analisar as imagens da confusão.

O lateral corintiano e o meia são-paulino trocaram ofensas verbais no segundo tempo do Majestoso. Cueva tentou dar uma cabeçada em Fagner e o empurra, enquanto o camisa 23 do Timão desferiu uma joelhada na coxa do rival.

- A intenção é revisar todas as imagens e passar pro tribunal avaliar - afirmou o procurador, que não quis projetar em quais artigos do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD) eles serão enquadrados.









E MAIS: