Fagner celebra jogo “em casa” e busca regularidade no Corinthians

O lateral direito Fagner já viveu inúmeras vezes a sensação de entrar no gramado do estádio de Itaquera, perceber as arquibancadas recheadas de pessoas e sair de lá com uma vitória. A noite de terça-feira, porém, reservou ao jogador do Corinthians, dono da arena, a possibilidade de viver tudo isso como titular da Seleção Brasileira, oportunidade inédita na carreira do defensor.

Contente por ver o cenário semelhante e os atores diferentes, o jogador comemorou a chance de poder substituir Daniel Alves na vitória por 3 a 0 sobre o Paraguai, que posteriormente confirmou o país na Copa do Mundo da Rússia, em 2018. “É uma sensação muito gostosa, muito legal poder viver dias como esse, ainda mais dentro de um lugar que eu conheço tão bem”, disse o atleta, sem se ver à frente na disputa por uma vaga no elenco para o Mundial.

“A última impressão é a que fica, mas tem muita coisa pela frente. Não adianta nada eu ter feito um bom jogo como eu fiz aqui e não conseguir manter uma regularidade no meu clube. Preciso fazer um bom trabalho com o Corinthians, manter esse nível de atuação e voltar a ser chamado pelo professor Tite”, comentou o camisa 23 corintiano, que quase marcou um gol no segundo tempo, mas parou em boa defesa do goleiro paraguaio Silva.

“Tem que ressaltar o que a equipe fez hoje (terça), sabíamos que seria um adversário que jogaria bem recuado e conseguimos impor o nosso estilo dentro de campo. Acredito que fizemos um grande jogo. Fico feliz por já conhecer o estádio bem e as coisas terem andado de uma forma natural”, disse o atleta, que, diferentemente do restante dos companheiros que atuam na Europa e outras cidades do país, manteve a rotina e saiu do local direto para sua casa.

Com a participação nos 90 minutos do triunfo, porém, Fagner é peça descartada para a partida do Corinthians nesta quarta-feira, contra o Linense, às 21h45 (de Brasília), no estádio de Itaquera. O jogador deve realizar apenas um treino regenerativo e só trabalhar normalmente com o restante do elenco na quinta-feira, primeiro dia de preparação para as quartas de final do Campeonato Paulista.

Seu substituto será o garoto Léo Príncipe, que atuou nas duas últimas partidas, contra Red Bull e São Paulo, justamente por conta da ausência do titular. Para a fase de mata-mata do Estadual, da Copa Sul-Americana e da Copa do Brasil, porém, Fagner estará à disposição do técnico Fábio Carille.