Facção criminosa proíbe organizada do Vasco em comunidade ao lado de São Januário


Maior organizada do Vasco, a Força Jovem está proibida de se aproximar da comunidade da Barreira, na Zona Norte da cidade do Rio de Janeiro. A favela, que teve uma faixa estendida contra a presença da organizada, fica localizada ao redor do estádio de São Januário. Segundo apuração do LANCE!, a ordem partiu de uma facção criminosa que atua no local e o motivo teria sido uma confusão envolvendo torcidas uniformizadas na partida do último sábado.

+ Clube paulista tem plano por Gatito, Bruno Guimarães na mira de gigantes … o Dia do Mercado!

A Polícia Militar do Rio confirmou a veracidade da faixa que diz que a Força Jovem não é bem-vinda no local. No entanto, a PM não confirma a autoria.

Vale ressaltar que a partida entre Vasco e Criciúma no último final de semana marcava o retorno da Força Jovem às arquibancadas após quase 10 anos de suspensão.

+ O Vasco da Barreira: torcedores falam sobre relação do clube com a comunidade e a chegada da SAF

POLICIAMENTO REFORÇADO

Para a partida de logo mais diante do Sampaio Corrêa, que pode marcar a volta do Vasco para a Série A depois de dois anos, a PMERJ pretende reforçar o efetivo de agentes em São Januário e no bairro de São Cristóvão. Além do reforço no policiamento, o planejamento prevê o emprego de tropas de unidades de operações especiais e especializadas, atuando antes, durante e após o duelo entre as equipes.

Barreira do Vasco
Barreira do Vasco

Faixa é posta em uma das entradas da favela da Barreira (Foto: Reprodução/ Twitter)

+ Sambarreira é Vasco: festa nos arredores de São Januário embala o clube rumo ao acesso à Série A

JOGO DECISIVO

Vencer para subir. Esse é o objetivo do Vasco no jogo contra o Sampaio Corrêa, nesta quinta-feira, pela 37ª rodada da Série B. Com a vitória, o Cruz-Maltino chegaria aos 62 pontos e garantiria o acesso, já que não poderia ser alcançado pelo Ituano, que tem 54 e é o 5º colocado.