Fabuloso marca, Vasco vence o Bota e fica com o título da Taça Rio

O Vasco se tornou o maior vencedor da Taça Rio. Em partida disputada neste domingo, no estádio Nilton Santos, o time de São Januário derrotou o Botafogo por 2 a 0 e conquistou o segundo turno do Campeonato Carioca.

Agora, o Vasco chegou a dez títulos da Taça Rio, superando o Flamengo que tem nove taças. Os gols do clássico foram marcados por Douglas e Luis Fabiano, ambos no segundo tempo. O Fabuloso, finalmente, quebrou seu jejum com a camisa cruz-maltina.

A vitória do Vasco foi justa porque o time, depois de um primeiro tempo inseguro, dominou completamente a segunda etapa e ainda foi favorecido pela expulsão de Marcelo no início do segundo tempo. Escalado com uma equipe reserva, o Botafogo lutou muito, mas acabou perdendo o gás depois que ficou inferiorizado numericamente.

O jogo – A partida começou em ritmo veloz e aos quatro minutos, o Botafogo criou a primeira chance quando Gilson cruzou, da esquerda, e Sassá cabeceou para fora. O Vasco respondeu com um bom lançamento de Douglas para Luis Fabiano, mas a marcação atrapalhou e o atacante chutou para fora.

O Botafogo ficava mais tempo com a bola enquanto o Vasco tentava bloquear as investidas e atacar com lançamentos longos. Aos sete minutos, Leandrinho cruzou e Igor Rabelo, livre, cabeceou para fora, desperdiçando outra boa oportunidade.

O Vasco voltou a ameaçar aos 17 minutos em chute de Andrezinho que Helton Leite defendeu com segurança. Depois dessa jogada, o Vasco passou a atuar de forma mais ofensiva;. Aos 23 minutos, após cruzamento de Gilberto, Luis Fabiano subiu mais do que a zaga, mas cabeceou para fora.

Depois de um início muito movimentado, a partida caiu de ritmo, com os dois times prendendo mais a bola e pouco se arriscando no ataque.

Aos 32 minutos, Dudu Cearense derrubou Douglas na entrada da área. Nenê tentou a jogada ensaiada, mas Sassá impediu que a bola chegasse a Luis Fabiano.

Aos 37 minutos, Leandrinho perdeu a bola na intermediária e após um corte defeituoso de Renan Fonseca, Luis Fabiano chutou prensado para defesa tranquila de Helton Leite. Um minuto depois, Guilherme cruzou e Bruno Silva cabeceou para grande defesa de Martín Silva, desviando para escanteio. Logo depois, Leandrinho sentiu um problema muscular e teve que ser substituído. O jogador do Botafogo deixou o campo chorando muito.

Aos 40 minutos, Luis Fabiano foi derrubado na entrada da área. Antes da cobrança, Rodrigo e Marcelo se desentenderam e provocaram grande confusão entre os jogadores das duas equipes. Nenê bateu e a bola desviou na barreira.

O segundo tempo começou com o Botafogo se projetando ao ataque e após bola perdida por Andrezinho, Gilson arriscou, da intermediária, e mandou longe do gol defendido por Martín Silva. O Vasco respondeu com um lançamento longo para Luis Fabiano, mas Helton Leite saiu do gol e afastou o perigo.

Em lances sucessivos, Botafogo e Vasco tiveram chances para concluir, mas Guilherme e YagoPikachu concluíram mal.

Aos oito minutos, após cruzamento na área, Luis Fabiano subiu mais do que Renan Fonseca e cabeceou com muito perigo.

O Vasco ficava mais tempo com a bola e utilizava os laterais para colocar mais força no seu ataque. O Botafogo mantinha Sassá isolado e encontrava dificuldades para organizar jogadas ofensivas.

Aos 18 minutos, Marcelo derrubou Guilherme Costa, recebeu o segundo cartão amarelo e foi excluído da partida. Para recompor a defesa, o técnico Jair Ventura substituiu o atacante Guilherme pelo volante Fernandes que passou a ocupar a lateral direita.

O Vasco dominava completamente e o Botafogo apenas se defendia, sem qualquer organização ofensiva. Só aos 30 minutos é que Sassá conseguiu ganhar pelo alto de Rafael Marques, mas Martín Silva, atento, tirou de cabeça. A resposta cruz-maltina foi imediata. Após cruzamento na área, Helton Leite desviou a bola que sobrou para Luis Fabiano, de puxeta, mandou para fora.

O Botafogo só ameaçava em bolas paradas. Após levantamento na área, Bruno Silva cabeceou e Martín Silva fez grande defesa, evitando o gol botafoguense.

Aos 37 minutos, Douglas, na pequena área, cabeceou para grande defesa de Helton Leite. Luis Fabiano apanhou o rebote e bateu forte, mas a bola bateu no ferro que sustenta a trave.

A pressão aumentou e , aos 41 minutos, o Vasco marcou o primeiro gol. Após cobrança de escanteio, a bola sobrou para Douglas que, livre na área, bateu de pé direito para marcar o primeiro gol.

O Botafogo desanimou e acabou sofrendo o segundo gol aos 48 minutos. Anderson Manga investiu pela

esquerda e tocou para Luis Fabiano, livre, marcar seu primeiro gol com a camisa do Vasco. Após o apito final, Bruno Silva ofendeu o árbitro e recebeu cartão vermelho.


FICHA TÉCNICA

VASCO 2 X 0 BOTAFOGO

Local: Estádio Nilton Santos

Data: 16/04/2017

Hora: 16h (de Brasília)

Árbitro: Bruno Arleu de Araújo

Assistentes: Silbert Sisquim e Jackson Massarra

Cartão Amarelo: Yago Pikachu, Rodrigo, Guilherme Costa, Douglas, Nenê(Vas); Matheus Fernandes, Bruno Silva, Marcelo, Dudu Cearense, Fernandes (Bota)

Cartão Vermelho: Marcelo e Bruno Silva (Bota)

Gols:

VASCO: Douglas, aos 41 e Luis Fabiano aos 48 minutos do segundo tempo

VASCO: Martín Silva, Gilberto, Rafael Marques, Rodrigo e Henrique (Wagner); Jean, Douglas, Andrezinho (Guilherme Costa), Nenê e Yago Pikachu (Manga Escobar); Luis Fabiano.

Técnico: Milton Mendes

BOTAFOGO: Helton Leite, Marcelo, Renan Fonseca, Igor Rabello e Gilson; Bruno Silva, Matheus Fernandes, Dudu Cearense e Leandrinho (Pachu); Guilherme (Fernandes) e Sassá (Vinicius Tanque)

Técnico: Jair Ventura