Fabinho reconhece superioridade da Juventus sobre o Monaco

O Monaco ficou em situação complicada nas semifinais da Liga dos Campeões da Europa. Depois de perder por 2 a 0 para a Juventus, em casa, o time francês precisa de uma vitória por no mínimo três gols de diferença para avançar direto à final da competição. Caso repita o placar, a decisão irá para a prorrogação.

Mesmo jogando com o apoio de seus torcedores e tendo um dos ataques mais eficientes do continente, o Monaco não conseguiu furar o bloqueio defensivo da Juventus. Para piorar, os franceses sofreram dois gols. Titular na partida desta quarta-feira, o lateral direito brasileiro Fabinho reconheceu a superioridade da Velha Senhora e considerou justa a vitória da equipe italiana.

“Jogamos contra uma equipe muito experiente, sobretudo nesta partida, e que foi muito melhor do que o Monaco em nível tático. Apesar disso, com a nossa capacidade ofensiva, criamos várias oportunidades. Mas não conseguimos reagir à desvantagem, talvez devido à falta de experiência. Eles foram melhores e mereceram a vitória”, avaliou.

Um dos destaques do time do Principado, o jovem atacante Mbappé, de apenas 18 anos, considerou a falta de experiência do Monaco como um dos fatores preponderantes para o resultado final. O próprio jogador teve boas oportunidades de marcar, porém parou nas defesas do goleiro Buffon.

“Nos faltou experiência, mas apesar disso não fomos certeiros o suficiente. Porque nós criamos oportunidades de gol, e não conseguimos converte-las. Por outro lado, a Juventus teve duas chances claras e marcou dois gols. Nós trabalhamos todos os dias para estarmos preparados para enfrentar grandes jogadores, então isso é um aprendizado valioso e irá nos ajudar a progredir mais rápido”, declarou.