F1: Renault recebe advertência da FIA após confusão com pneus de Ricciardo

Adam Cooper
·3 minuto de leitura

Todas as equipes foram obrigadas a usar os primeiros 30 minutos do segundo treino livre para experimentar os pneus que a Pirelli planeja utilizar na temporada de 2021 da F1.

Um piloto de cada equipe recebeu um único conjunto e foi solicitado a fazer uma boa sequência de voltas, enquanto o outro piloto do time tinha dois conjuntos para usar um após o outro, com um representando um composto base e o outro uma nova formação. No caso da Renault, Ricciardo foi o piloto que recebeu dois conjuntos para teste.

Leia também:

FIA decide não punir Verstappen ou Stroll após incidente F1: Bottas lidera treino marcado por fogo e batida em Portugal

No entanto, a Renault inadvertidamente trocou os pneus dianteiro esquerdo dos dois conjuntos, de modo que Ricciardo fez as duas participações com três pneus de um tipo de set e um do outro.

O erro foi registrado pelo sistema da FIA e relatado aos comissários, pois as regras deixam claro que as equipes não podem misturar diferentes tipos de pneus.

A Renault admitiu o erro e escapou com uma advertência, pois a corrida envolvia pneus de desenvolvimento, e nada foi ganho.

Os comissários observaram: “Foi acordado que a equipe usou o pneu dianteiro esquerdo incorreto de um conjunto de especificações diferentes, o que é uma ofensa sem benefício esportivo aparente para a equipe, já que o conjunto em questão era de desenvolvimento.”

A má notícia tanto para a equipe quanto para a Pirelli foi que, durante os sets mistos, nenhuma das partes coletou nada significativo sobre os pneus do próximo ano com o carro de Ricciardo.

O chefe da Pirelli F1, Mario Isola, reconheceu que é mais fácil cometer um erro com pneus de desenvolvimento, pois eles não são codificados por cores.

“Infelizmente não foi muito útil porque eles cometeram um erro”, disse ele quando questionado pelo Motorsport.com. “Sabendo qual era a especificação da Renault, temos que excluir esses dois conjuntos de nossa análise.”

“Acontece, porque os protótipos são pretos sem etiquetas nas laterais. Obviamente, com os pneus de corrida, você tem cores diferentes e reconhece imediatamente se tem três pneus que são brancos e um que é amarelo.”

“Com os protótipos eles têm apenas o número do conjunto na parede lateral, não a cor, então foi um erro genuíno. É claro que é difícil tirar conclusões de dois conjuntos que foram misturados, mas é o que é.”

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Neste fim de semana, a F1 visita Portimão, para o GP de Portugal. E uma equipe que vem se destacando na temporada 2020 é a Renault, que vem mostrando muita consistência, com Daniel Ricciardo entre os seis primeiros nas últimas quatro provas. Pode ser uma boa aposta para o fim de semana hein? Quer saber mais? Confira o ThePlayer.com e não perca nada!

SEXTA-LIVRE: Os treinos ‘bizarros’ e as principais notícias do dia da F1 antes do GP de Portugal

PODCAST: O mercado da F1 para 2021 e os 30 anos do bicampeonato de Senna

Your browser does not support the audio element.