F1: Renault anuncia saída imediata de Cyril Abiteboul da montadora

Jonathan Noble
·2 minuto de leitura

A Renault anunciou nesta segunda (11) que o chefe da equipe de Fórmula 1, Cyril Abiteboul, está de saída da montadora. Esperava-se que o francês assumisse um novo papel dentro da companhia após mudanças no gerenciamento e a mudança de nome para Alpine.

Sua saída resultou no anúncio de um novo CEO para a Alpine, Laurent Rossi, que ocupava a vaga de diretor de estratégia de desenvolvimento de negócios da Renault. Rossi assumirá os negócios dos carros de rua da Alpine, a equipe de F1 e outras atividades no esporte a motor. Ele responderá diretamente a Luca de Meo, CEO da Renault.

Leia também:

Stroll contratou Vettel para que Aston Martin "pense e atue como campeões" Sainz diz ter orgulho de ter feito parte da McLaren e prevê que equipe será uma "força no futuro" F1: Verstappen não se preocupa com fato de que "tempo está passando" em sonho de ser campeão

Segundo apurado, a posição de Abiteboul como chefe da equipe da F1 deve ser ocupada por Marcin Budkowski.

Falando sobre sua saída, Abiteboul disse que sente que está deixando uma base forte para o crescimento da montadora francesa.

"Quero agradecer ao Grupo Renault pela confiança depositada em mim ao longo de vários anos, particularmente com o relançamento e reconstrução da equipe desde 2016".

"As fundações sólidas da equipe de corrida com as instalações construídas ao longo dos anos na França e na Inglaterra, a evolução estratégica do esporte em direção a um modelo economicamente sustentável e, mais recentemente, o projeto Alpine, que cria um novo senso de dinamismo, todos apontam para uma boa trajetória".

De Meo acrescentou: "Quero agradecer Cyril por seu incansável envolvimento, que notavelmente levou a equipe Renault F1 do penúltimo lugar em 2016 para os pódios nesta temporada".

"Seu trabalho incrível na F1 desde 2007 nos permitiu olhar para o futuro, com uma equipe forte e a identidade da nova equipe Alpine, além de pode conquistar pódios neste ano".

Abiteboul se juntou à montadora logo após se formar na universidade. Ele começou a trabalhar com a equipe de F1 a partir de 2007, antes de assumir a vaga de diretor executivo em 2010. Ele assinou com a Carterham em 2012, tornando-se chefe da equipe antes de sua saída em 2014.

Na sequência, ele voltou à Renault como diretor-executivo e teve um papel fundamental no retorno da montadora como equipe oficial da F1 em 2016.

Max revela RECUSA a oferta da Mercedes em 2014; veja mais detalhes da negociação

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1 e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

PODCAST: Motorsport.com debate a expectativa para a temporada 2021 da F1; ouça

Your browser does not support the audio element.

.