F1: Red Bull espera performance mais próxima da Mercedes na Hungria

Jonathan Noble
·2 minuto de leitura

Correndo em casa nos dois primeiros finais de semana da temporada da Fórmula 1, a Red Bull esperava conseguir lutar contra a Mercedes, mas, no final, Max Verstappen admitiu que estava mais lento em comparação à rival. Mas a equipe espera uma performance mais próxima na Hungria.

As provas na Áustria mostraram alguns pontos positivos do carro, como a trajetória em curvas de baixa velocidade. Com isso, a equipe se mostrou mais otimista para a etapa no Hungaroring.

Leia também:

Racing Point alerta rivais que ainda não mostrou todo o potencial do carro Entenda o que está por trás da queda de braço entre Renault e Racing Point Imprensa italiana detona Ferrari e chama Leclerc de "kamikaze"

O chefe da Red Bull, Christian Horner, sugeriu que a principal vantagem da Mercedes na Áustria era sua velocidade em retas, enquanto nas curvas, a situação era mais nivelada.

"A velocidade deles em reta é impressionante", disse Horner. "Mas não há muito nas velocidades em curvas. Em algumas nós fomos melhores. Mas, certamente, nesta pista, a velocidade em retas deles foi impressionante. Eles deram um passo adiante entre as temporadas".

É por isso que a pista do Hungaroring, que é mais apertada e com mais curvas pode ser uma pista favorável ao Red Bull R16.

O engenheiro chefe da equipe, Paul Monaghan disse: "A Hungria é uma pista diferente não? Tem uma reta simples, e mais setores de curvas. A velocidade das curvas é mais baixa que aqui".

"Elas têm a mesma velocidade. Então, acho que a Hungria é menos afetada pelas condições climáticas variáveis. E, geralmente, venta muito por lá, então será um desafio diferente".

"Quem sabe, talvez nosso carro seja melhor lá. Então vamos trabalhar para isso, atualizando o carro da melhor forma possível, buscando uma luta mais igual e, com sorte, vencê-los".

A Red Bull também acredita que circunstâncias fora do controle da Mercedes também ajudou a equipe na Áustria, com o clima mais ameno no domingo ajudando com os problemas de resfriamento que a montadora geralmente tem nesta pista.

Refletindo sobre o fato da Mercedes ter vencido duas vezes em uma pista onde sofreu nos anos anteriores, Horner disse: "A Mercedes não teve boas performances lá nos últimos anos. Eles sofrem com o calor. Eles sofreram com o calor lá na sexta".

"Mas depois amenizou e eles foram bem - mereceram o resultado. Eles foram a melhor equipe e vamos trabalhar ainda mais para alcançá-los".

RETA FINAL: Guerra entre Racing Point e Renault, Bottas renovado e participação de Igor Fraga

PODCAST Motorsport.com recebe Felipe Drugovich e fala da abertura da F1 2020

Your browser does not support the audio element.

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Spotify Deezer  Apple Podcasts Google Podcasts